Para afastar turistas, Ubatuba proíbe acesso às praias

Guarda Municipal barra visitantes em orlas; cidade tem 34 casos suspeitos de coronavírus

Bloqueio instituído em Ubatuba para evitar acesso às praias, em ação contra o coronavírus (Foto: Divulgação PMU)

Lucas Barbosa
Ubatuba

Após a Justiça Federal suspender no último final de semana o bloqueio das principais rodovias do Litoral Norte, a Prefeitura de Ubatuba intensificou nesta terça-feira (24) suas ações de fiscalização para tentar convencer turistas a retornarem às suas cidades de origem, evitando o contágio do coronavírus no município praiano. Além de manter “barreiras sanitárias” em vias estratégicas, o Executivo proibiu a entrada de banhistas e comerciantes em suas praias.

Contabilizando 34 casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) em Ubatuba, o prefeito, Délcio Sato (PSD), baixou um decreto na noite da última segunda-feira (23), determinando os bloqueios dos trechos de acessos as mais de cem praias da cidade. Fiscalizada pela Guarda Civil Municipal, a medida garante que apenas pescadores profissionais, que estejam com suas licenças em dia, permaneçam frequentando os locais para manterem suas atividades econômicas.

Já as orlas que podem ser acessadas através de condomínio particulares, serão fiscalizadas pelas empresas administradoras dos residenciais. “Tomamos essa medida visando minimizar a propagação do vírus e preservar a saúde pública. Contamos com o bom senso dos moradores e de turistas, que ainda insistem em vir para nossa cidade apesar deste ser o momento de ficarem em casa. Reforçamos que, quando tudo isso se normalizar, todos serão muito bem-vindos aqui”, justificou o prefeito.

Sato explicou ainda que equipes da Guarda Civil Municipal e da Vigilância Sanitária atuam, das 10h às 17h, em “barreiras de conscientização” nas principais avenidas dos três trechos de entrada de Ubatuba. Entregando panfletos informativos sobre a pandemia, os agentes orientam os turistas a retornarem aos seus lares, garantindo o período de isolamento social.

Enquanto no Centro a ação é realizada na avenida Professor Thomaz Galhardo, no bairro Itaguá, ela ocorre na avenida Capitão Felipe. Já no bairro Perequê-Açu, a barreira está montada na avenida Padre Manoel da Nóbrega.

De acordo com o Executivo, a medida foi adotada para tentar conter o fluxo de entrada de visitantes, já que a Justiça Federal revogou na tarde do último sábado o pedido liminar do Ministério Público do Estado que restringiu, no dia anterior, o acesso de turistas à Ubatuba, por meio de rodovias federais e estaduais.

A decisão federal, que desagradou a população do município litorâneo, garantiu a retirada das barreiras formadas pela Prefeitura e a Polícia Rodoviária Estadual nas rodovias Oswaldo Cruz e Rio-Santos. “Lamentamos muito esta decisão, pois estávamos obtendo resultados positivos ao evitarmos a entrada de veículos na cidade e diminuindo drasticamente a aglomeração de pessoas em nosso município, que está de quarentena”, ressaltou Sato.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?