Caraguá remaneja atendimentos e UPA Central vira ponto para pacientes com novo coronavírus

Ação busca melhorar funcionalidade da posto de saúde no combate a Covid-19; centralização tenta amenizar contato entre atendidos

O CEM que deve receber apenas urgência e emergência; cidade altera atendimentos pela Covid-19(Foto: Reprodução PMC)

Bruna Silva
Caraguatatuba 

Com mais de cem notificações do novo coronavírus, a Prefeitura de Caraguatatuba anunciou, nesta semana, que a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Central passará a atender exclusivamente pacientes com suspeitas da doença. Os atendimentos de urgência e emergência estão sendo realizados no Centro de Especialidades Médicas e Odontológicas, no Jardim Primavera.

De acordo com a Prefeitura, a ação busca alinhar o atendimento e possibilitar auxílio médico sem que haja possíveis contágios dentro da unidade entre os pacientes em assistência. A unidade passou a contar com três entradas: a principal com triagem para crianças e adultos; outra especialmente para pacientes do setor de saúde mental e infantil e uma terceira pela área da piscina e reabilitação, que servirá também como canal de entrada para outros suportes.

Com a nova configuração da unidade, o paciente suspeito entrará pela porta central e deixará o prédio por uma saída exclusiva. O antigo prédio administrativo da secretaria de Saúde será capacitado para receber oitenta leitos para isolamento de pacientes com suspeita.

Ainda como medida de prevenção as consultas foram reduzidas e os pacientes orientados a procurarem a unidade somente em casos de extrema necessidade. Os tratamentos de hanseníase, tuberculose e o ultrassom, além das consultas com especialistas continuam no CEM (Centro de Especialidades Médicas).

Os medicamentos do alto custo podem ser retirados na farmácia do CEM, das 8h às 15h. Para outros remédios, a farmácia mantém o atendimento das 8h às 18h. As consultas de oncologia e o ambulatório de feridos sofreram transferência para o Centro de Referência da Mulher, no Camaroeiro.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?