Mapeamento da Saúde de Guará aponta bairros focos da Covid-19

Região tem quase 30% dos casos confirmados na cidade; Prefeitura tem 14 casos registrados

Funcionários da Prefeitura iniciando trabalho de distribuição de máscaras; cidade mapeia contaminações por bairro (Foto: Reprodução PMG)

Leandro Oliveira
Guaratinguetá

A secretaria de Saúde de Guaratinguetá divulgou na última segunda-feira um mapa de casos confirmados e suspeitos de Covid-19 no município. O novo modelo de divulgação aponta quais as áreas mais preocupantes, em relação à expansão do novo coronavírus. A região do Parque São Francisco é a que concentrava o maior número de confirmações para a doença no dia da divulgação.

Atualmente com 22 e uma morte confirmada, Guaratinguetá tem três casos no Parque São Francisco, três Vila dos Sargentos, três no Beira Rio, dois no Santa Luzia e outros seis bairros com um caso cada: Parque Santa Clara, Parque das Árvores, Campo do Galvão, Village Santana, Hípica e Vila Paraíba.

O presidente da Associação de Moradores do Parque São Francisco, Cleber Prado, afirmou que após a divulgação oficial feita pela secretaria de Saúde, é preciso que os residentes do bairro se conscientizem. “Vemos isso com muita preocupação. Agora, de fato, podemos concluir de fato que a ficha caiu. Está mais perto da gente do que imaginávamos e esperávamos”.

Prado foi questionado se as pessoas que moram na região têm respeitado a quarentena. De acordo com o presidente da associação, no início, a adesão foi maior, porém, agora, há mais pessoas nas ruas. “A gente percebe pessoas passando a usar máscara, mas também, constata, um número considerável de pessoas, crianças, sem máscara. Principalmente em vias públicas, idosos andando sem máscaras”, descreveu.

No mapa da secretaria de Saúde, o Jardim do Vale detém o maior número de casos suspeitos, com cinco registros, seguido por Portal das Colinas e Parque São Francisco, com três cada.

Além dos 17 casos de moradores do município, são cinco casos de pessoas de outras cidades, que fizeram seus exames em Guará. Esses números, entretanto, não entram para a conta oficial de casos originais de Guaratinguetá, mas sim dos municípios onde os pacientes residem.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?