Com professores vacinados, Pinda elabora protocolo sanitário para retomada das aulas presenciais

Objetivo é criar normas e garantir segurança sanitária para alunos que devem retornar às escolas no início do próximo mês

Salas de aula devem voltar a receber alunos, após a vacinação dos professores (Foto: Bruna Silva)

Bruna Silva
Pindamonhangaba

Após vacinar os profissionais de educação, a Prefeitura de Pindamonhangaba anunciou, nesta semana, que está preparando um protocolo sanitário para a retomada das aulas presenciais. Sem ainda determinar data, a previsão é que os estudantes retornem às escolas, no início do próximo mês.

De acordo com a gestão municipal, o protocolo foi elaborado pela secretaria de Educação em colaboração com os departamentos de Atenção ao Servidor Público e de Proteção aos Riscos e Agravos e Saúde. As medidas foram apresentadas aos responsáveis pelas unidades escolares, nesta semana, para que pudessem tirar possíveis dúvidas. O regulamento prevê aferição de temperatura nos acessos às escolas, além de como proceder mediante a suspeita de contaminação pelo coronavírus.
“Cuidamos para que toda a atenção fosse dada para garantir a segurança aos professores e alunos da rede”, ressaltou a secretária de Educação, Luciana de Ferreira.

Os profissionais contarão com equipamentos de proteção individual que serão entregues pela pasta. As vacinas contra a Covid-19 seguem a disposição dos trabalhadores do setor, desde o último mês.

Segundo a gestão escolar, embora os profissionais estejam vacinados, o protocolo sanitário possui “importância de grau máximo” para a retomada das atividades presenciais. O departamento de Proteção ao Servidor Público destacou que o retorno seguro é essencial, pois é preciso olhar com cautela sobre os prejuízos causados na formação dos alunos, além do impacto emocional e social provocados pelas medidas de distanciamento.

Histórico – Anteriormente, a secretaria de Educação havia articulado retorno às aulas presenciais, mas a classe protestou contra a retomada e pediu vacinação para todos, como meio de proteção à possível situação de contágio.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?