Lorena instala limitadores de altura em bairros da cidade

Bairros Olaria e Vila Normandia recebem equipamentos para impedir trânsito de grandes veículos; limite é de 2,5 metros

Limitador de altura, instalada em dois trechos de Lorena; secretaria atende solicitação de moradores (Foto: Divulgação PML)
Limitador de altura, instalada em dois trechos de Lorena; secretaria atende solicitação de moradores (Foto: Divulgação PML)

Miguel de Sá
Lorena

A Prefeitura de Lorena instalou limitadores de altura nos bairros Olaria e Vila Normandia. A intenção é evitar trajeto de caminhões de dois eixos nos cruzamentos da rua Antônio Cartolano com a rua Rufino Torres (Olaria) e da rua Hugo Greco com a rua Alexandre Ferreira Pedro Filho (Vila Normandia).

Há mais de dez anos, os moradores dos cruzamentos sofrem com incidentes entre caminhões e imóveis. De acordo com o secretário de Trânsito e Transportes, Marcos Ramos da Silva, tem uma moradora da rua Antônio Cartolano que teve seu telhado retirado sete vezes por conta de batidas de caminhões no local.

As vias dos cruzamentos são estreitas, dificultando passagem de veículos de grande porte. Para evitar outros acidentes foram instalados os limitadores, com dois metros e meio de altura, na segunda-feira. “A proposta dos limitadores foi desenvolvida desde o começo do ano passado, com o estudo para ver a viabilidade de como seria feito, que altura nós iríamos colocar, o que iríamos colocar, porque a placa de sinalização de proibir a entrada de caminhões já existia, mas não tinha disciplina dos motoristas. Eles continuavam entrando”, contou o secretário.

A secretaria de Trânsito e Transportes alegou que não planeja instalar os limitadores em outras ruas ou bairros do município, e que o tráfego de ambulâncias, caminhões de bombeiro não serão prejudicados pelos limitadores porque o equipamento é móvel e fácil de ser retirado.
Os moradores das ruas Antônio Cartolano, Rufino Torres, Hugo Greco e Alexandre Ferreira Pedro Filho têm permissão de estacionar seus veículos no espaço.

Em caso de caminhões de mudanças, é necessário fazer um requerimento com antecedência na secretaria para permitir a entrada do veículos em ruas com o limitador.

A Prefeitura desenvolve outros projetos para melhorar a mobilidade urbana. Entre as ações, a ampliação da ciclo-faixas próximas da fábrica da Yakult, com um percurso adicional de mil metros, para possibilitar a ida e vinda dos moradores para o bairro Novo Horizonte, “Estamos fazendo uma planilha para um projeto de acessibilidade, fazer uma licitação com as empresas para colocar faixas de pedestres, proporcionar as idas e vindas dos deficientes físicos nas calçadas, nas grelhas”, comentou Silva.

A Prefeitura alegou que está adiantado o processo de licitação para as obras da ponte interditada na avenida Marechal Argolo, próximo ao 5º Batalhão de Infantaria Leve. Os trabalhos ainda não têm data para serem iniciados.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?