Lorena amplia campanha de vacinação contra a Covid-19 para todas as unidades de Saúde

Com cerca de oito mil faltosos da segunda dose, medida de descentralização distribui imunizantes aos bairros

UBS do bairro da Cruz, que também segue com as aplicações contra a doença; campanha descentralizada (Foto: Gabriel Mota)

Gabriel Mota
Lorena 

Após nova determinação da Prefeitura, a campanha de vacinação contra a Covid-19 passou a ser realizada nas unidades de Saúde do município. A nova medida teve início nesta segunda-feira (13) e busca ampliar a adesão dos moradores. Aproximadamente oito mil pessoas não retornaram para a segunda dose.

O atendimento, que era feito diariamente no Sindicato dos Metalúrgicos, foi descentralizado com a distribuição das doses para todas as unidades de saúde da cidade, incluindo as da zona rural, de segunda a sexta-feira. Aos sábados, a campanha retornará ao salão do Sindicato, na rua Odila Rodrigues, 137, no Centro.

Inicialmente, a secretaria de Saúde havia informado que as aplicações seriam feitas entre 7h e 15h30, mas ao finalizar o primeiro dia de atendimentos, optou por definir o início da campanha para 7h30 nas unidades, por questões logísticas, a partir desta quarta-feira (15).

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, o município registrou no último balanço, feito ao final da última semana, cerca de 7,8 mil faltosos em relação à segunda dose, ou seja, pessoas que não completaram o esquema vacinal. Um grupo que se destaca negativamente é o de adolescentes, já que cerca da metade não retornou aos postos de vacinação para receber a segunda dose do imunizante. “A gente acredita que um dos motivos pelo qual não conseguimos atender essa população, seja o horário e o local de aplicação. Então estamos ampliando justamente para buscar esse faltoso” justificou a gerente de Vigilância Epidemiológica, Helen Colino.

A secretaria de Saúde não descarta novas alterações na campanha. Durante a semana, serão analisados os aspectos positivos e negativos do novo formato. Helen afirmou ainda que “é possível que tenha horários diferenciados no período da noite ou a extensão desse horário no mês de janeiro, dependendo dos resultados desta primeira semana”.

Os moradores podem procurar pelo serviço na unidade de saúde mais próxima apresentando um documento com foto, CPF e o cartão de vacinação para os casos de segunda ou terceira dose. Mais informações e agendamentos para atendimento domiciliar pelo telefone (12) 3159-3300.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?