Com secretariado “misto”, Ballerini tenta ganhar reforço político para próximo governo

Com apenas duas mulheres, novo grupo promete inovações para Lorena; prefeito fala em mudanças no quadro de comissionados

Elenco do secretariado de Sylvio Ballerini para o início do mandato em Lorena; grupo é apresentado com promessas de agilidade e ação para 2021 (Foto: Rafaela Lourenço)

Rafaela Lourenço
Lorena

Mesclando figuras técnicas e políticas, o prefeito eleito em Lorena, Sylvio Ballerini (PSDB), anunciou o secretariado. Faltando o responsável pela pasta jurídica, o grupo promete avaliações, continuidade e inovações. O prefeito frisou ainda a limpa nos cargos comissionados para o novo governo.

A coletiva de imprensa realizada na última quinta-feira, na Acial (Associação Comercial Industrial, Autônomos e Liberais de Lorena) foi marcada pela promessa de transparência para os próximos anos e o anúncio, conforme antecipado, de um primeiro escalão técnico-político, mas com pouca representatividade feminina. Apenas duas mulheres fazem parte do secretariado até o momento.

A secretaria de Administração terá o advogado Irbis Soncini como responsável, já a Agricultura e Desenvolvimento Rural será comandada por João Geraldo, o Guatura, formado em desenho técnico e edificações. Na Assistência Social, o especialista em gestão do sistema único de assistência social, Cláudio Luiz de Freitas terá o desafio de ampliar os atendimentos.

A Comunicação Social ficará com o empresário na área de publicidade e marketing, Mayco Finotti e o Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação com o ex-presidente da Acial, mestre em design, tecnologia e inovação, Ulisses Fucuda. As duas mulheres que agregam ao grupo são para Cultura e Turismo, Juliana Amorim formada em contabilidade e atuação na secretaria de Turismo de Cachoeira Paulista e a engenheira civil, Rosana Corrêa que volta ao cargo de secretária de Obras e Planejamento após vinte anos de experiência na prefeitura de Lorena.

O prefeito eleito, Sylvio Ballerini que segue otimista com definição do primeiro escalão (Foto: Rafaela Lourenço)

Já a primeira-dama, Cláudia Ballerini assumirá o Fundo Social de Solidariedade.

Uma das prioridades para 2021, a Saúde terá Antônio Carlos Fabreti, que, além da formação em ciências físicas biológicas, administração e gestão, foi administrador da Santa Casa de Misericórdia de Lorena durante dez anos. Questionado sobre o planejamento para o próximo ano, ele destacou a necessidade de priorizar a saúde básica, as especialidades e a utilização do AME (Ambulatório Médico de Especialidades) e do hospital regional de Taubaté. “A ideia é trabalhar com todas as máquinas possíveis. O Município não tem só a Santa Casa”.

A frente da Educação estará o pedagogo e professor de história, Claudinei Bastos, que já foi vereador e secretário adjunto do setor. Além de reforçar a necessidade de avaliação de leis vigentes, destacou a atribuição de aulas como prioridade para o início do mandato.

Para o esporte, Augusto Rédua com formação em educação física, mestre em esportes de alto rendimento e sistemas de preparação de atletas, garante um plano emergencial para não desassistir os profissionais do Fadenp, durante a pandemia e três direções para a pasta: socioeconômica, competições e infraestrutura física. O administrador de empresas, Paulo Roberto Cardoso agregará a secretaria de Finanças enquanto o administrador de empresas, Lucas Molinari responderá pelo Governo. A partir de janeiro, o professor, escritor e jornalista Bronson Corrêa será o chefe de Gabinete.

Já na Segurança Pública, o advogado e investigador de polícia, Alfredo Ferreira dará continuidade aos trabalhos como o do COI (Central de Operações Integradas). Ferreira frisou o reforço na Guarda Civil Municipal e não descartou um novo concurso público para a área.

Entre os políticos estão o vereador Waldemilson da Silva, o Tão (PL) técnico em química e o ex-vereador Rosiney de Souza, o PM Souza policial aposentado, que serão secretários de Manutenção e Serviços Municipais e Trânsito e Transportes, respectivamente. Fechando a lista, Radamés Corrêa, graduado em biologia e especializado em perícia em Meio Ambiente será o secretário da área. Não houve o anúncio para Negócios Jurídicos sob justificativa de questões vinculadas ao Estado.

Mesa composta pela primeira-dama, os eleitos prefeito e vice e o presidente da Acial; coletiva de imprensa (Foto: Rafaela Lourenço)

O futuro chefe do Executivo, além de responder sobre turismo e geração de empregos salientou que a primeira ação como prefeito será relacionada a demissão dos comissionários. “Os cargos de confiança eles saem, é logico, eles estão do lado do prefeito e eu acho normal. Tenho que pôr os que estão comigo”. Explicou também, que há bons profissionais concursados que poderão continuar nas funções comissionadas. “Não importa se votou em mim ou não, eles podem ter a oportunidade. Todos vão ter a liberdade de conversar comigo”.

O vice-prefeito, Humberto Ballerini repetiu o otimismo e o auxílio ao irmão em todas as áreas. “Eleição acabou e daqui pra frente vamos somar com todo mundo. Sylvinho é prefeito de todos e eu vice de todos”.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?