Ministério Público e Polícia realizam operação contra o crime organizado em Caraguá

Suspeito de chefiar tráfico da cidade é preso; mandados também são cumpridos em Caçapava e São José dos Campos

A delegacia Civil de Caraguá, que participa de investigações contra crimes como tráfico, homicídio e estelionato (Foto: Divulgação)

Thales Siqueira
RMVale

O Ministério Público e as polícias Civil e Militar realizaram, na última terça feira (1), uma operação contra o crime organizado em Caraguatatuba. As ações também atingiram São José dos Campos e Caçapava.

Ao todo são 38 mandados de prisão e outros 22 de busca e apreensão e os alvos da operação são pessoas investigadas por tráfico, homicídio, estelionato, clonagem de veículos e cartões de crédito. Uma delas é um homem acusado de chefiar o contrabando de drogas em Caraguá.

Segundo a Polícia Civil, a ação recebeu o nome de “Forgoteen”, que em tradução livre do inglês, significa “esquecido”. O título foi escolhido devido ao início das investigações em agosto através do celular de um homem que possui envolvimento no tráfico de drogas na RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte).

O aparelho telefônico foi esquecido em um carro utilizado na fuga do suspeito após uma abordagem policial e apreendido após análise pericial, que identificou práticas criminosas, entre elas, homicídios ocasionados por disputas entre facções rivais, entre o bairro Travessão, Perequê-Mirim e Barranco Alto, em Caraguatatuba. Foi apontado ainda uma relação entre o crime organizado do município com outras cidades da região.

Cerca de 250 agentes foram recrutados para a intervenção que visa também a apreensão de celulares, documentos, notebooks e outras provas que permitam comprovar a ligação dos suspeitos com os respectivos crimes.

A polícia não informou a quantidade de mandados por cidade, mas em relação ao balanço da operação, até as 12h do último dia 1, nove pessoas foram presas, sendo uma delas o suspeito de chefiar o tráfico. O indivíduo foi localizado em um condomínio de luxo em Caçapava.

Ação – Os crimes eram comandados das cidades de São José e Caçapava, onde os possíveis chefes do tráfico moram.

A polícia cumpre mandados nos bairros Pegoreli, Martin de Sá, Travessão e Perequê em Caraguá. Já os endereços em São José dos Campos e Caçapava não foram informados.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?