Política a conta-gotas…

Tapete preto

Isael Domingues

Se uma das metas do prefeito Isael Domingues para esse segundo mandato em Pindamonhangaba é de pavimentar 120 quilómetros entre ruas e avenidas na cidade, a média somente neste primeiro ano foi além das expectativas, atingindo 48 quilômetros. O prefeito Isael e sua equipe também comemoram a conquista de R$54,5 milhões do Governo Paulista para a melhoria de quatro rodovias estaduais que cortam o município.

Além disso, com recursos do Estado, a cidade também terá recapeamento na Estrada do Atanázio e na vicinal Pinda-Lagoinha, com investimento de R$ 80 milhões. Enquanto o ‘tapete preto’ se espalha pelas ruas, avenidas e estradas, a cotação de Isael na ‘bolsa política’ vai às alturas, para desespero da oposição, é claro…

Reforço parlamentar

A Câmara de Cruzeiro aprovou nesta última sessão do ano o aumento de seus representantes a partir de 2024. O futuro plenário contará com 13 vereadores para ampliar a representatividade da população no Legislativo. O projeto, amplamente estudado, teve apenas dois votos contrários dos dez parlamentares.

E por falar em 2024…

Juarez Juvêncio

…as opções para prefeito – não fogem muito aos nomes já conhecidos entre os eleitores, com raras exceções: Juarez Juvêncio e Fernando Moreira do Podemos devem sair novamente juntos ou separados, porém, ambos em majoritárias; Kleber Silveira e Manoel Amorim – do PSDB – estão sendo vistos como propensos candidatos à sucessão; José Antônio do PT vem para o sacrifício novamente, enquanto Zé Rogério demonstra que deverá focar o Legislativo.

À parte destas opções, o vereador Diego Miranda busca se fortalecer cada vez mais em todos os níveis da população, para se for o caso, seguir carreira solo para a Prefeitura.

Não convidem para…

...a mesma picanha – o ex-prefeito de Cachoeira, Edson Nota e o vereador Felipe, principalmente se o churrasqueiro for Bebê ‘Salário Mínimo’ e o encontro for para avaliar o fracasso da cassação de Antônio Mineiro…

Perguntar não ofende

Será que além do vereador Dil, que mudou seu domicílio para Silveiras, outro parlamentar também está infringindo a Lei Orgânica de Cachoeira Paulista, residindo em outro município? Afinal, o Rodolfho Veterinário está ou não morando em Cruzeiro?

O que muitos querem saber

A devolução de R$ 200 mil à Prefeitura de Cachoeira Paulista, proveniente dos recursos do duodécimo que a Câmara recebeu ao longo do ano, foi por ineficiência de gestão do presidente Rodolfho Veterinário, ou por que não deu tempo de torrar?

Fechando no lucro

Antônio Mineiro

Quem fechou dezembro em alta foi o prefeito Antônio Mineiro, que além de sair ileso do processo de cassação que enfrentou na Câmara de Cachoeira – sem pagar pedágio, conseguiu junto ao Governo do Estado uma Unidade de Saúde de 900m² para o bairro do CDHU e o contêiner do Consultório Veterinário para o bairro São José.

Outra boa notícia é a ‘Certidão Negativa’ que a Prefeitura vai conseguir no próximo mês, através de um novo parcelamento do FGTS que a Caixa Federal está liberando – após a motolância ter dado o calote por três vezes…

 

Dinheiro na conta

O presidente da Câmara, Arilson Santos (PL), fechou o caixa do Legislativo com R$ 2,7 milhões de sobra, dinheiro suficiente para ter construído quase 50% de uma nova sede, ou ter adaptado o prédio da Praça Conselheiro – antiga Regional de Ensino – que está à disposição da Casa de Leis de Guaratinguetá desde a legislatura passada. No entanto, Arilson preferiu devolver essa dinheirama aos cofres da Prefeitura, de forma fracionada e com indicações pessoais de sua utilização ao prefeito Marcus Soliva, com discórdia entre colegas do plenário.

Distanciamento funcional

Lelé Porto

No apagar das luzes do ano, o prefeito Marcus Soliva ganhou mais uma preocupação na parte funcional de sua equipe de governo: o pedido pessoal de exoneração de seu chefe de gabinete, Lelé Porto.

Como já esperado, a notícia movimentou a especulação política de Guará em vários sentidos, inclusive sobre onde conseguir alguém com tal grau de fidelidade como a de Lelé, que desde o início do primeiro dia de governo se vira nos trinta para dar suporte ao Executivo.

 

Liderança abre vaga

Adilson Sampaio

A Câmara de Lorena deve concluir o recesso com novidades no plenário, com a vacância na liderança do prefeito Sylvio Ballerini no Legislativo. O vereador Adilson Sampaio, que até então vinha atuando na função, decidiu deixar o posto, abrindo a temporada de especulação entre os parlamentares.

Segundo a patuleia, Maurinho Fredique, Elcinho Vieira e até o experiente Bruno Camargo fazem parte de numa lista de possibilidades, em análise de ‘custo e benefício’ no gabinete dos Ballerini’s.

 

 

Investimentos

Graças as muitas idas e vindas a São Paulo, o prefeito de Lorena, Sylvio Ballerini, vai iniciar o ano tendo novas conquistas para apresentar. A parte do que já foi anunciado, novo convênio com o Estado no valor de R$ 10 milhões para obras de manilhamento e pavimentação – trechos da Industrial e Vila Geny ganharão novas galerias e, em muitos bairros periféricos, ruas asfaltadas. No setor da economia, investimentos nas indústrias já existentes como Órica Brasil, Valgroup e na recém implantada Granja Mantiqueira, Além dessas, o Investe São Paulo deve apresentar uma grande indústria ao município.

Ruim com ela, pior sem…

Mesmo com novas diretrizes na recém aprovada lei do transporte público de Pindamonhangaba, a Viva Pinda, empresa que há quase 20 anos opera o sistema, consegue um ‘sobrefôlego’ de mais um ano de aditamento em caráter emergencial. Uma vez que o tempo para uma nova licitação poderia deixar a população sem o serviço, para a administração pública ‘era pegar ou largar’, neste caso, o negócio foi pegar. Por mais que a gritaria nos meios políticos se amplifiquem, é sempre bom lembrar que os que reclamam, não são sequer usuários do transporte.

Seletiva eleitoral

O mercado político já identifica como certas algumas pré-candidaturas para o próximo 2 de outubro com ‘cep postal’ na região. Entre Pinda e Taubaté, Padre Afonso Lobato (Podemos), Ortiz Junior (PSDB), Herivelton Vela (PT) e Fabio Duarte (União Brasil); Guaratinguetá: Regis Yasumura (PL), provavelmente Pedro Sannini (PSC); Lorena: Daniel Munduruku (PDT) e Coronel Quintino (PL); Cachoeira Paulista, Dada Diogo (Podemos) e de Cruzeiro, Juarez Juvêncio (Podemos). E para botar a concorrência em pane, o ex-prefeito de Caraguá, Antônio Carlos – que já foi deputado confirmou sua candidatura a estadual e empenho na coordenação do ministro Tarciso Gomes de Freitas ao governo do Estado.

Tentativa I

A tentativa da presidente da Câmara de Aparecida, Ana Alice Braga (Podemos), em extinguir o mandato do seu desafeto ‘no grito’, ou seja, através de decreto unilateral de sua própria autoria, não deu certo. O vereador André Monteiro permanece na função, por obra e graça da Justiça. Pior, como dizem os mineiros: “com sede de pegar ela na curva”!!!

Tentativa II

O plano da presidente da Câmara de Aparecida, Ana Alice Braga, em reajustar os salários do prefeito e secretários na sessão extraordinária da última segunda-feira também não deu certo. Seus oito colegas de plenário barraram o aumento, inclusive alguns, em especial, os da mesa administrativa, assustaram em constarem aleatoriamente na coautoria do projeto.

Missão possível

Miguel Sampaio

Com o final da atuação da Guaratinguetá Saneamento na gestão do esgoto na cidade, Miguel Sampaio considerado o coringa do governo de Marcus Soliva, se prepara para mais uma missão em conjunto ao comando do Saeg.

 

 

 

 

 

Agenda eleitoral

Cel Quintino com Billota, no cafezinho

Quem passou pelo cafezinho da Redação do Atos, esta semana, foi o Coronel Quintino, trocando ideias e falando de seus planos para as eleições de outubro. Quintino, de família tradicional de Lorena, está migrando para o PL com Bolsonaro, e pretende concorrer a deputado federal pela região.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?