Política a conta-gotas…

Os irmãos Michelli e Matheus Veneziani em conversa com o ex-governador Geraldo Alckmin

A primeira-dama de São Sebastião, Michelli Veneziani, segue agregando parceiros ao seu projeto Casa PodeRosa – que foca políticas voltadas ao acolhimento e cuidado às mulheres vítimas de violência.

Nesta semana, seu encontro foi com o ex-governador Geraldo Alckmin, que também compactua da visão que um projeto dessa importância, tem de sair da realidade de apenas um município para ser amparado pelo Estado.

Michelli defende que a expansão da ‘Casa PodeRosa’ para outras regiões será uma grande conquista para as mulheres.

Plano de voo

Pelo andar da carruagem, o prefeito Marcus Soliva pretende deixar Guaratinguetá com um representante na Assembleia Legislativa (leia-se Regis Yasumura) e uma ‘dupla’ de sucessores na futura Prefeitura para dar continuidade em seus projetos de expansão da cidade. Além de Regis como nome já pré-estabelecido para 2022, outros nomes em evidência configuram na linha sucessória para 2024. Entre alguns nomes que se articulam no momento como apostas majoritária, com raríssimas exceções são assustadores. Segundo os mais otimistas, até a próxima temporada de caça aos votos municipais Soliva deve tirar um nome da ‘cartola…

Expectativa & suspense

E por falar em candidaturas, quando o assunto nas rodas políticas foca eleição 2024 em Guaratinguetá, o ex-prefeito Junior Filippo só observa. É voz corrente pelos cafezinhos mais politizados da cidade que além dos mais conhecidos como o próprio Junior, Francisco Carlos e Argus Ranieri, nomes como de Marcia Amoroso, Rony da Imobiliária, Dani Dias e até o teimoso Fabrício aeronáutico já fazem parte da aritmética do mercado político em eventuais pesquisas.

Câmara diz não a Vela!

Em resposta a tentativa frustrada do vereador Herivelto Vela (PT) em tentar instaurar uma CEI na Câmara de Pinda com o pretexto de investigar os gastos de Isael Domingues no enfrentamento da Covid-19, provocou duas reações na cidade: a minoria que comunga a ideologia do grito com rumores de ‘omissão’ do Legislativo em investigar. Em contraste a essa patuleia, uma parcela significativa que sabe fazer contas e observa a quantidade enorme de atendimentos para recursos escassos. Tem gente achando que o vereador pensa estar lidando com o governo passado, que nadou de braçadas no tesouro nacional…

Perguntar não ofende

Qual o vereador de Lorena que esta semana anda ‘esfregando as mãos’ num gesto de satisfação pelo ‘bombardeio’ que o Sylvio Ballerini vem recebendo nas redes sociais por ter perdido o Hospital Regional para o colega de Cruzeiro, somado as manifestações de insatisfação de vários segmentos da cidade?

Perguntar não ofende II

Já que o assunto é Câmara de Lorena, procede que um entre os parlamentares recebeu um ‘agradinho’ para se manifestar contrário ou contrária a um posicionamento da maioria? Ah! E que no momento de afundar com seu mentor intelectual, fez gesto de clemência para tentar escapar das sanções anti-rebelião???

A partilha: um por quatro…

Prefeitos da região devem se acotovelar no próximo dia 22 no encontro reagendado pelo estafe do Palácio dos Bandeirantes, em Cruzeiro. Até dias atrás, o evento estava agendado para Lorena, mas esta semana ‘resolveram’ transferi-lo, para lamentação dos tucanos lorenenses. O alvoroço pela passagem do governador é motivado pelos mais de R$ 100 milhões em recursos que serão distribuídos entre os municípios da região e ‘prêmios de consolação’ aos gestores que disputavam a conquista do Hospital Regional para seus territórios. Como se trata de um só hospital para quatro cidades, e que Cruzeiro – em detrimento de Guaratinguetá, Lorena e Cachoeira – ganhou a parada – ‘made-in-Thales Gabriel’, a especulação política aguarda pelo discurso final do governador…

Pacotão do Doria

Corre na boca pequena que os incentivos deste ‘pacotão do governador’ para as cidades do Vale, anunciados em Cruzeiro, deverão ser o ponto de partida para fidelizar os prefeitos e neutralizar ‘alguns tucanos’ avessos que ainda resistem à nova composição para o próximo governo do Estado com Rodrigo Garcia de ‘ponta de lança’. Afinal, qual prefeito pode resistir R$ 1 milhão para infraestrutura no caixa municipal, pavimentação de estradas vicinais, Bom Prato, Poupatempo, Unidades de Saúde e ‘otras cositas más’ e ‘muito mais’ neste pré-anúncio de temporada eleitoral?

E por falar em eleição

Com a probabilidade de João Doria partir em peregrinação rumo à presidência da República, logo após ‘laçar’ Rodrigo Garcia no PSDB para sucessão no governo do Estado – numa tentativa de confinar Alckmin numa campanha ao Senado – nomes dos secretários Marco Vinholi e Fernando Marangoni, do subsecretário Junior Ortiz, devem ser enfatizados com o timbre discreto do Palácio para as candidaturas a vice-governador e deputados estaduais e federal.

Prestação de serviços

A secretária de Obras e Planejamento de Pinda, Marcela Franco, aproveitou a visita dos deputados Marcio Alvino e André do Prado, ao prefeito Isael Domingues, para solicitar a intervenção junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, a liberação dos recursos referentes aos convênios em execução. Segundo Marcela, obras das creches do Crispm, Arco Íris e Parque das Palmeiras podem ser paralisadas caso o desembolso do Ministério da Educação não ocorra em tempo hábil. Durante o encontro, Isael alinhou várias demandas de pavimentação e infraestrutura com os deputados parceiros da administração.

Em dose tripla

O ex-prefeito de Cachoeira Paulista Edson Mota, acompanhado do seu ex-vice Domingos Geraldo e também de sua ex-secretária jurídica, Gisely Fernandes foram premiados esta semana com mais uma ação de improbidade – patrocinada pelo Ministério Público. Desta vez, a motivação foi o pagamento, ou melhor, recebimento de suas respectivas férias em ‘dinheiro’ e de forma irregular. Disseram que se juntar todos processos e ações que Mota responde, dá para formar um ‘rosário duplo’. ‘Eita homi’ religioso!!!

Recursos & verbas

E por falar em Cachoeira, os eleitores nunca tiveram notícias de tantas verbas e recursos que a Prefeitura vem recebendo dos governos federal e estadual, como nestes dias de Antônio Mineiro no comando do Executivo. Ou anteriormente não eram divulgados – por conta do sumidouro de dinheiro público – ou por falta de credibilidade ‘do piloto’. Ah! E por falar em credibilidade, o prefeito deverá ser recebido em audiência nesta semana pelo presidente da República. Mineiro leva em pasta assuntos relacionados à expansão da cidade, saúde e investimentos diferenciados para tratar diretamente com Jair Bolsonaro.

Barulho de CEI

Numa Câmara 100% comprometida com o governo Thales Gabriel, o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Zé Rogério, pode quebrar a hegemonia, se prevalecer a tentativa do vereador Paulo Felipe em instaurar uma CEI para fiscalizar as contratações dos artistas no projeto Caravana Cultural – através da Lei Aldyr Blanc, em Cruzeiro. Quem viver, verá…

Lembrete

Em meio as movimentações da passagem do govenador João Doria pela região, com escala em Cruzeiro, o vereador Diego Miranda (PSD) relembrou o mercado político que a construção de um Hospital Regional no pedaço foi assunto de um de seus requerimentos quando assumiu a Câmara pela primeira vez. Para um bom entendedor, um pingo é letra!!!

Quem se cala, não pede!!!

O prefeito Marcus Soliva chegou ser criticado na Praça por ter oficializado a intenção de receber o Hospital Regional em Guaratinguetá, no apagar das luzes da definição de Doria. Em contrapartida, Soliva apresentou outras reivindicações, entre elas a pavimentação das vicinais dos Pilões e Pedrinhas – que potencializará o turístico e a agricultura, estas sim com grandes possibilidades. Disseram que a motivação principal para a oficialização do Hospital seria para que na partilha das especialidades do Regional nas Santas Casas da região (até que o prédio seja construído), Guará seja contemplada com uma delas.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?