Política a conta-gotas…

Articulação

Pedro Sannini

O presidente da Câmara de Guaratinguetá, Pedro Sannini, estreou na condução dos trabalhos legislativos melhor do que o esperado, na última quarta-feira. Com habilidade e jogo de cintura, ele conseguiu ‘fazer omeletes sem quebrar os ovos’ na formação das comissões, com apenas um dos vereadores se autoexcluindo dessas atividades. Disseram que provavelmente se tratava de um ‘princípio de incêndio’, mas faltou fogo suficiente ‘na binga’ do parlamentar. Pelo que se ouviu em alguns gabinetes, ‘alguém’ que pretendia uma ruptura deve ter tomado uma bolada nas costas dos próprios partidários…

 

Oportunidade

Ricardo Piorino

E a festa rolou, na última terça-feira, na Câmara de Pindamonhangaba, na solenidade de posse formal da nova mesa administrativa que regerá o Legislativo neste biênio. Formalidades, glamour e convidados ilustres, mas por pouco o vice-prefeito, Ricardo Piorino, não se tornou a atração da noite, mas foi uma delas, principalmente no cenário político. Perguntem ao Magrão!!!

 

Quem desdenha
Talvez pela ausência – justificada – do prefeito Isael Domingues na solenidade da Câmara, o vereador Carlos de Moura – o Magrão, se sentiu mais à vontade para manter distância segura de Ricardo Piorino, numa nítida impressão de que poderá haver surpresas nas eleições do ano que vem. Quem sabe os comentários de que Magrão (de olho do PSB) pretende reunir apoio para disputar a Prefeitura em concorrência explícita ao indicado de Domingues, se concretizem. Perguntem aos ‘Alckmistas’ de plantão!!!

 

Bom princípio…
É voz corrente em Potim que a nova presidente da Câmara, Cecília Andrade, além de estrear no comando da Casa de Leis, estreou também no Ministério Público como figura principal de uma ação que deverá apurar se houve desrespeito a proporcionalidade partidária na montagem das comissões do Legislativo. Os vereadores governistas reclamam que embora sejam maioria, ficaram de fora das comissões.

 

Tempos difíceis
A especulação política de Potim acredita que a prefeita Erica Soler não terá vida fácil nestes dois anos finais de mandato, principalmente com a união de três vozes na Câmara com vontade de fazer oposição. Parece que Fábio Crispim (PP), Marcinho Cabeleireiro (PCdoB) e Marcelo Juva já pensam em articular uma CEI contra a administração, com a finalidade de medir a força do grupo. Falaram ainda que outros dois vereadores não estarão necessariamente contrários, mas não negam assinaturas para abertura de investigação oficial.

 

De volta ao jogo?

Fábio Marcondes

O ex-prefeito de Lorena, Fabio Marcondes, se defendeu esta semana de uma fake news espalhada via WhatsApp, dando conta que ele teria sido condenado pelo TCE pela reforma da Praça Arnolfo Azevedo. Marcondes esclareceu que não se trata de condenação, mas de multa no valor de R$ 5 mil – que até já pagou – pela remoção do antigo piso que não fazia parte da licitação. Outra situação levantada pelo ex-prefeito é que ele está focado em suas atividades empresariais, tentando não voltar para política, mas seus opositores estão lhe puxando para o jogo novamente…

 

 

Mercado de apostas
Os politiqueiros de Lorena abriram a ‘loteria eleitoral’ para sentir as opiniões sobre qual palanque a Família Silva deverá estar na eleição do ano que vem, uma vez que suas digitais marcaram passagem em encontros de pelo menos duas futuras candidaturas. Perguntem ao Galão Aquino!!!

 

Carreira solo
Com rumores de que Maurinho Fradique estaria apadrinhando Marietta Bartelega para uma vaga no primeiro escalão de Sylvio Ballerini, a ex-vice prefeita descartou ambas as possibilidades; seguir pelas mãos de Fradique, nem pensar; e compor uma secretaria na administração, fora de cogitação. Disseram que seu acesso à Prefeitura se dará apenas de uma forma: “ganhando a eleição no ano que vem”. Perguntem ao Vinícius!!!

 

De olho no vizinho…
Rolou pelo comércio da avenida Padroeira do Brasil que, como Marcus Soliva também é empresário na Capital Mariana da Fé, tem gente pensando na elaboração de uma carta convite, para que ele deixe a Prefeitura de Guará um ano antes e venha ser prefeito de Aparecida.

 

Balaio eleitoral
Enquanto o prefeito Luiz Carlos de Siqueira – o Piriquito, tenta, há 25 meses de demandas, acertar a Casa, digo a Prefeitura, o mercado político de Aparecida conjectura nomes que possivelmente terá que enfrentar, se for disputar a reeleição. Da Câmara surgem dois nomes e meio: Xande, André Monteiro e talvez, Gú Castro; dos corredores e labirintos da feira livre falam de João Vicente e Paulo Caputo; pelos balcões da Praça São Benedito e ladeira da Basílica Velha comenta-se sobre Tony Tuma e Celso Alves. E pra fechar a questão, diretamente da Camisaria do Chafic, os rumores de que o mito aparecidense Zé Louquinho estará na disputa.

 

Não convidem para…
…a mesma picanha – o vice-prefeito Regis Yasumura e o presidente da Codesg, João Vaz, principalmente se o assunto for os vídeos focando a publicidade da sequência de obras que estão em andamento em Guaratinguetá.

 

Tiro no pé!!!
O prefeito Antonio Mineiro conseguiu aprovar, nas últimas sessões de Câmara, além do reajuste de 8% para todo funcionalismo público, uma gratificação especial para 151 servidores de menor ganho salarial. Apesar da vereadora Rogéria Lucas ter se posicionado contra o pagamento das gratificações, e suas colegas Adriana Vieira e Thálitha Barbosa se absterem de votar, Mineiro comemorou a volta deste reforço financeiro às categorias simples da Prefeitura. O prefeito lembrou que uma ação judicial do Sindicato dos Servidores, no passado, foi como um ‘tiro no próprio pé’ porque acabou cortando esse benefício dos funcionários. Mas agora a grana está de volta.

 

O que muitos querem saber
Qual a motivação que tem levado o ‘homem da faculdade’ pontuar contra alguns setores da Administração Thales Gabriel, em Cruzeiro, em seus discursos meio que ao estilo Marciano? Será que tiraram alguns dividendos ou negaram certos privilégios?

 

Pouco provável
Embora haja uma certa especulação pelas rodas políticas de Cruzeiro sobre uma eventual candidatura a prefeito de Paulo Scamilla, os mais céticos dispensam esta possibilidade, apostando mais no Dr. Davi, caso o eleitorado aponte, através de pesquisas, a tendência de um veterano para substituir Thales Gabriel. Quem viver, verá…

 

Números conflitantes

Juarez, Marco Aurélio, Kleber e Dr. Davi

E por falar em Cruzeiro, uma recente enquete eleitoral mostrou Diego Miranda bem citado entre a burguesia e pouco lembrado na periferia; já o nome de Kleber Silveira mantém uma regularidade nos dois universos de eleitores; Juarez Juvêncio segue seu referencial das eleições passadas pontuando um bom nome para vice, porém, para prefeito, ainda falta a empolgação da torcida. Dr. Davi Mota também foi lembrado, seguido de Marco Aurélio que marcou seu território ao passar pelo Legislativo. Na pulverização de outros nomes menos mencionados, o destaque é de Paulo Vieira, que para o Legislativo teria boa votação.

 

Sopa de letrinhas
Em Guaratinguetá, pelo menos seis, talvez sete partidos articulam lançar candidatos a prefeito no ano que vem. São  eles: PSDB, Republicanos, PSB, PL, PSD e, por hora, o PSC. Em um primeiro momento, com esta sopa de letrinhas, nomes como do ex-prefeito Francisco Carlos, do ex Junior Filippo, do idealizador Miguel Sampaio, do vice Regis Yasumura, do médico Edison Riccomi, do executor João Vaz, da radialista Daniele Dias e do popular João Pita parecem no ciclo natural dos comentários. Tem gente apostando que na medida que alguns destes nomes sucumbirem, outras opções devem surgir quando as eleições forem se aproximando.

 

Vem que tem…

Marcus Soliva e Thales Gabriel

A falta de deputados ‘da gema’, ou seja, estritamente da região, tem criado um estado de consciência nas lideranças políticas dos Vales da Fé e Histórico, ao ponto de focar antecipadamente em nomes e perfis para que, em 2026, essa realidade mude. A ideia é investir na imagem de quem possa ter apoio dos gestores em cargos públicos, empresários, presidente de entidades e, principalmente, os votos concentrados da população de 22 cidades do Vale, Litoral e Serra. Qualquer semelhança com o estilo desses dois prefeitos – Guaratinguetá e Cruzeiro – que se destacam positivamente nas pautas de gestão pública, saúde, educação, segurança, expansão econômica e industrial, entre outras – não se trata de mera coincidência. Pelo menos é isso que se ouve e falam de uma parceria entre Thales Gabriel e Marcus Soliva, na maioria dos municípios…

Compartilhar é se importar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?