Região fecha 2021 como a mais violenta do interior

RMVale teve média de quase um assassinato por dia; Cruzeiro foi a terceira cidade com mais casos

Publicação de perfis falsos no Facebook com imagens dos jovens que seriam executados em Cruzeiro (Foto: Reprodução)

Da Redação
RMVale

Um levantamento do Governo do Estado revelou na última quinta-feira (27) que a RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte) foi a área mais violenta do interior paulista em 2021. Apesar de registar uma leve queda de assassinatos em comparação a 2020, a região atingiu no ano passado a média de quase um morador morto por dia.

De acordo com dados da SSP (secretaria Segurança Pública do Estado), a RMVale contabilizou 348 vítimas de assassinato em 2021, sendo 335 de homicídio doloso (quando existe a intenção de matar) e 13 de latrocínio (roubo seguido de morte). O montante é apenas 1% inferior ao de 2020, que foi de 352, sendo 334 homicídios dolosos e oito latrocínios.

O levantamento apontou ainda que a RMVale liderou com folga o ranking das áreas mais violentas do interior em 2021, com 77 vítimas de assassinato a mais do que a segunda colocada, que foi Ribeirão Preto com 271 registros. As oito demais posições da lista foram ocupadas por: Piracicaba (246), Campinas (230), Sorocaba (172), Santos (164), Bauru (119), Araçatuba (91), São José do Rio Preto (90) e Presidente Prudente (65).

Juntas, três cidades reúnem quase metade dos assassinatos ocorridos na RMVale no ano passado. Com cinquenta moradores mortos, Taubaté lidera o ranking regional. Na sequência, aparecem São José dos Campos, com 49 vítimas, e Cruzeiro, que teve 42 homicídios dolosos.

A onda de violência em Cruzeiro ganhou repercussão nacional após criminosos utilizarem perfis falsos na rede social Facebook para publicarem imagens dos jovens que seriam executados na cidade. Após os alvos serem abatidos, a lista era atualizada com a marcação da letra X, em vermelho, nas fotos das vítimas.

Durante entrevista à imprensa regional no fim de dezembro do ano passado, o delegado da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Cruzeiro, Sandro Franqueira, afirmou que a maioria dos crimes foi motivada por vingança em meio a uma disputa entre traficantes de drogas dos bairros Vila Batista e Vila Romana.

Fechando o “Top 5” do ranking regional da violência, aparecem Pindamonhangaba, que teve 33 mortos, e Caraguatatuba, com 29 casos.

Os demais municípios da região que tiveram moradores assassinados no ano passado foram: Jacareí (25), Guaratinguetá (18), Lorena (16), Ubatuba (15), Caçapava (13), São Sebastião (9), Potim (7), Cachoeira Paulista (5), Ilhabela (5), Redenção da Serra (5), Tremembé (5), Aparecida (3), Campos do Jordão (3), Lagoinha (2), Natividade da Serra (2), Bananal (1), Igaratá (1), Piquete (1), Queluz (1), Roseira (1), São Bento do Sapucaí (1) e Silveiras (1).

Compartilhar é se importar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?