Com mais de 340 casos de Covid-19, Caraguá aposta em visitas digitais para infectados

Ação tem como objetivo diminuir a distância entre pacientes e familiares durante a internação por novo coronavírus

Casa de Saúde Stella Maris, em Caraguatatuba, um dos centros de atendimento para pacientes com Covid-19 na cidade (Foto: Reprodução PMC)

Bruna Silva
Caraguatatuba

Para ultrapassar as barreiras do isolamento, a Casa de Saúde Stella Maris, em Caraguatatuba, passou a realizar visitas virtuais para pacientes infectados pelo novo coronavírus. A cidade já contabilizou 347 casos confirmados e 25 mortes, ao menos 21 pessoas estão internadas nesta unidade de saúde.

As visitas virtuais são realizadas por meio de chamadas de vídeo para que hospitalizados possam conversar com seus familiares, para manter o isolamento dos infectados.

O estreitamento nos laços com familiares acontece todos os dias, das 16h às 18h30 e conta com assistência da equipe de enfermagem. De acordo com o hospital, a medida objetiva a humanização dos cuidados com os pacientes.

A ação integra o “Programa de Resposta Hospitalar à Pandemia” desenvolvido pela unidade médica e realizado desde o início de junho. A Casa de Saúde obedece o protocolo de segurança conforme normas do Ministério da Saúde, como higienização adequada do equipamento tecnológico utilizado para videoconferência.

Questionado sobre a expansão da atividade, o Município informou que “por enquanto”, o sistema está na Casa de Saúde Stella Maris. “É o nosso hospital de referência. A outra unidade de referência é o Hospital Regional, porém, este é administrado pelo Estado, por meio do Instituto Sócrates Guanaes”.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?