A dois meses do fim, 2019 ultrapassa mortes no trânsito registradas nos dois últimos anos em Pinda

Cidade tem aumento em acidentes com motocicletas e jovens entre 18 e 29 anos

Acidente registrado em Pinda; cidade tem saldo x em avaliação (Foto: Reprodução)
Acidente registrado em Pinda; cidade tem aumento em mortes no trânsito (Foto: Reprodução)

Jéssica Dias
Pindamonhangaba

O Infosiga (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo) divulgou na última semana os dados de óbitos em acidentes de trânsito em Pindamonhangaba. De janeiro a outubro desse ano o município registrou 44 óbitos.

Segundo a diretora de Trânsito, Luciana Viana, em 2017 foram registradas 31 mortes. No ano seguinte, o número reduzido para 19 vítimas fatais, enquanto neste ano a cidade já soma 44 óbitos por acidentes, mais que o dobro do ano anterior em apenas dez meses.

Viana acredita que as estatísticas foram elevadas por dois acidentes com número elevados de fatalidades. A primeira em junho, quando um acidente com um ônibus na rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro deixou dez vítimas. Outro acidente foi registrado no mês passado na estrada da Sapucaia, área rural do município, quando uma colisão, causada por imprudência, vitimou sete pessoas da mesma família. “São dois acidentes que acabaram impactando nesse sentido. A gente vinha em uma redução positiva, mas a gente percebe que teve um grande aumento de acidentes com motocicleta, e normalmente são jovens entre 18 e 29 anos”, lamentou.

Em 2018 foram sete acidentes no total, dois deles aos finais de semana, já neste ano, 25 no total e 17 aos finais de semana, aumento proporcional de quase 40%. A motocicleta foi o modal que mais impactou no aumento dos acidentes em 2019. Foram dez vítimas em 2019 contra duas em 2018, cinco vezes mais que no ano anterior. “A gente percebe que os motociclistas estão indo para o trânsito despreparados ou desatentos”.

Segundo a diretora, de uma forma geral, dos 44 óbitos 43% ocorreram em rodovias que não estão sob jurisdição do Município, mas como as vítimas são encaminhadas para Pindamonhangaba, causam impacto na área da saúde. “A Prefeitura, através do departamento de Trânsito, tem intensificado a fiscalização desses condutores. O intuito é alertar que esses acidentes estão acontecendo de uma forma muito perigosa, então os condutores de motocicletas precisam ficar atentos e conduzir de uma forma mais cautelosa”.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?