Polícia Civil investiga quadrilha que levou 56 celulares de loja em Lorena

Invasão a estabelecimento amplia média de setenta furtos mensais na cidade

Loja que foi alvo de criminosos em praça no Centro de Lorena; Polícia investiga ação que levou 56 células (Foto: Lucas Barbosa)
Loja que foi alvo de criminosos em praça no Centro de Lorena; Polícia investiga ação que levou 56 células (Foto: Lucas Barbosa)
Da Redação
Lorena
A Polícia Civil abriu um inquérito para apurar a ação de uma quadrilha que furtou diversos aparelhos celulares de uma loja de departamentos, na madrugada da última terça-feira, no Centro de Lorena. O município, que é um dos mais violentos da Região Metropolitana do Vale do Paraíba, possui em 2018 uma média de quase setenta furtos por mês.

Segundo o boletim de ocorrência, os criminosos invadiram o estabelecimento comercial, localizado à praça Doutor Arnolfo de Azevedo, por volta das 3h.

Após arrombarem a porta, dois ladrões ficaram “vigiando” a entrada da loja, enquanto outro se dirigiu ao setor de eletroeletrônicos, onde recolheu 56 aparelhos celulares. Na sequência, a quadrilha fugiu em um carro que dava cobertura à ação.

O valor da mercadoria roubada não foi revelado pela gerência do estabelecimento comercial. As imagens do sistema de câmeras de videomonitoramento de segurança serão utilizadas pela investigação da Polícia Civil.

Até o fechamento desta edição, os criminosos não haviam sido identificados.

Rotina – O último levantamento divulgado pela secretaria de Segurança Pública do Estado apontou que Lorena registrou 348 furtos nos primeiros cinco meses do ano, resultando numa média mensal de 69,6 ocorrências.

O valor representa uma queda de 19%, já que no mesmo período do ano passado foram contabilizados 432 furtos, dando uma média de 86,4 casos por mês.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?