Prefeitura promete Zona Azul para semana de compras natalinas nas ruas de Cruzeiro

Município termina licitação e empresa deve começar a cobrar por estacionamento rotativo no Centro

Rua central de Cruzeiro tem espaço disputado por motoristas; guias pintadas informam áreas disponíveis para estacionamento pelo Zona Azul (Foto: Rafael Rodrigues)
O Centro de Cruzeiro tem espaço disputado por motoristas; guias pintadas informam áreas disponíveis para estacionamento (Foto: Rafael Rodrigues)

Rafael Rodrigues
Cruzeiro

Depois de dois anos do governo Thales Gabriel (SD), Cruzeiro enfim tem data marcada para iniciar a cobrança de zona azul. Nesta quarta-feira, as ruas centrais da cidade terão o sistema estacionamento rotativo funcionando. O anúncio foi feito no fim da semana passada, depois da conclusão do processo licitatório.

A empresa “Zona Azul Brasil” venceu a licitação para gestão do sistema de estacionamento rotativo em Cruzeiro. Serão 510 vagas de estacionamento entre as ruas 2 e 6, no Centro. Por nota, a Prefeitura informou que os motoristas poderão identificar os espaços que serão cobrados estacionamento porque o “meio-fio” estão pintados de azul.

O diretor de Trânsito, Marcelo Garcia, informou que em março serão instalados 25 parquímetros. “Até que os equipamentos sejam instalados, a empresa vencedora disponibilizará 17 profissionais para vender bilhetes. Além disso, também já temos o aplicativo para celulares que poderão ser usados”, explicou.

Motoristas que se arriscam nas ruas de Cruzeiro, principalmente nesse fim de ano, reclamam que muitas das vagas são ocupadas pelos próprios comerciantes e funcionários, que chegam cedo e só saem no fim do expediente.

“Eu venho para o centro da cidade cedo, mas já às 9h é difícil encontrar lugar para parar, porque os comerciantes mesmos param os carros nas ruas e ficam o dia inteiro, tirando a vaga dos clientes”, reclamou o aposentado Marcilio Dantas.

A zona azul em Cruzeiro funcionará entre às 8h e 17h, de segunda-feira a sábado. Será cobrado o valor de R$1,50 a hora do estacionamento.

Contrato – A empresa Zona Azul Brasil ficou em segundo lugar no processo licitatório para atuar no sistema de estacionamento rotativo em Cruzeiro. A vencedora não cumpriu exigências do edital e foi desclassificada.

De acordo com Marcelo Garcia, o contrato entre empresa e Prefeitura será de dez anos. Ele não soube precisar os valores do contrato, mas explicou que só depois de dois anos a administração passará a receber uma porcentagem da venda dos estacionamentos rotativos.
“Nos primeiros dois anos os valores arrecadados serão revertidos em investimento pela empresa, e depois desse período uma porcentagem das vendas será repassada aos cofres públicos”, explicou.

Desde que assumiu a cidade, Thales Gabriel tem encontrado dificuldade de implantar a zona azul. O primeiro entrave encontrado pela atual administração foi a legislação vigente em Cruzeiro, que à época autorizava somente entidades assistenciais da cidade a operar o sistema.
Depois de apresentar um projeto aprovado pela Câmara, a Prefeitura conseguiu lançar o edital com especificações para abertura de concorrência, mas com os entraves burocráticos o certame nunca foi finalizado.

Moradores da cidade comemoram o fim do impasse e a aplicação de um sistema de cobrança de estacionamento. “Acredito que colocar a zona azul para funcionar logo na semana do Natal vai ser muito bom, isso vai animar ‘descer’ até o Centro de carro”, comemorou o analista de sistema Fabrício Alves.

A fiscalização do sistema será de responsabilidade do DMT (Departamento Municipal de Trânsito), Guarda Municipal e Polícia Militar.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?