Cachoeira busca apoio por implantação de base do Corpo de Bombeiros

Câmara analisa proposta da Prefeitura, encaminhada após avanço nas tratativas entre Munícipio e o Estado

Reunião entre prefeito Mineiro, o secretário Major Lescura e o comando regional do Corpo de Bombeiros (Foto: PMCP)

Lucas Barbosa
Cachoeira Paulista

Duas Comissões Permanentes da Câmara de Cachoeira Paulista iniciaram no fim da última semana a análise de um projeto do Executivo, que busca celebrar um convênio com o Estado para a implantação de uma base do Corpo de Bombeiros. A expectativa da Prefeitura é que a instalação da unidade facilite resgates de acidentados e ações de prevenção, fiscalização e combate a incêndios.

Encaminhada no último dia 4 pelo prefeito Antônio Carlos Mineiro (MDB), a proposta solicita o aval do Legislativo para a formalização do acordo entre o Município e a secretaria de Segurança Pública do Estado. Caso aprovado, o projeto de lei, que na sequência deverá ser sancionado por Mineiro, é um dos trâmites burocráticos necessários para a viabilização da implantação da base dos bombeiros na cidade.

Em 8 de julho, Mineiro e o secretário de Segurança, major Carlos Lescura, participaram de uma reunião com o capitão do Corpo de Bombeiros, Raphael Brito, em Cachoeira. Durante o encontro, os representantes do Executivo solicitaram o apoio de Brito e propuseram a utilização de um setor do prédio da secretaria de Segurança para a instalação da unidade da corporação. Segundo major Lescura, o capitão se demonstrou satisfeito com o espaço e apontou a necessidade de algumas leves adequações, como a colocação de uma cobertura na área de estacionamento da viatura e uma sala para a desinfecção dos equipamentos. “Encaminhamos um ofício para a Canção Nova em busca de uma parceria para que possamos promover esses ajustes no prédio, que são poucos. A tratativa com o Corpo de Bombeiros está bem adiantada e no momento estamos aguardando a aprovação da Câmara, para que possamos encaminhar os documentos necessários para o Estado”, explicou o secretário.

Lescura destacou ainda os benefícios que a chegada da corporação representaria à cidade. “A vinda dos bombeiros seria um ganho muito grande, facilitando os processos de fiscalização de imóveis e comércios e ações de prevenção e de combate a incêndios. Também seria muito importante ter esses profissionais capacitados em busca e salvamento, contribuindo para os resgates de vítimas”.

Além da comissão de Justiça e Redação, o projeto do Executivo segue em análise pela de Obras, Urbanismo e Segurança Pública. A primeira é formada pelos vereadores Ilwanderson de Oliveira, o Nenê do São João (PSB), Rogéria Lucas da Silva (PODE) e Leonardo Guimarães, o Léo Fênix (PSB). Já a segunda é constituída por Luiz Gonzaga Brejão (PSC), Djacyr Fonseca, o Dil (PSD), e Nenê do São João.

Após a emissão dos pareceres das comissões, o projeto será colocado em votação no plenário. A expectativa legislativa é que a proposta seja discutida até o fim de agosto.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?