Política a conta-gotas…

Comida em dobro

Fabio Longuinho

Quem foi bem comentado nas rodas políticas de Lorena, essa semana, foi o presidente da Câmara, Fabio Longuinho, por ter dobrado o valor do vale alimentação dos servidores do Legislativo. A repercussão foi positiva até no comércio da cidade, por vislumbrar um volume maior de vendas. Disseram que até o funcionalismo da Prefeitura ficou com ‘água na boca’, até porque muitos já perceberam que Longuinho é bom palavra. Ou seja, se ele der a palavra, com certeza cumpre.

 

 

Caso de Polícia

A CEI que investiga o sumiço de R$ 4,2 milhões no último período de Edson Mota no comando de Cachoeira – dinheiro que deveria ser utilizado no combate à Covid-19 e já virou tema de inquérito policial. Com o prazo da investigação expirando regimentalmente na Câmara, e com vereadores da ‘Motolândia’ tentando barrar uma nova abertura de prazo, a presidente da Comissão convocou a Polícia Civil para cuidar dos exames grafotécnicos para dar consistência a documentação da ‘roubalheira’.

Resolução 66

Parece que o vereador Agenor Todico (PL), ao reclamar o modelo de contratação de assessores adotado pelo presidência da Câmara de Cachoeira, acabou “botando fogo no parquinho” do Bejão. Se tudo correr bem, O Paladino deverá ser carimbado por crime de improbidade administrativa por supostamente burlar uma ADIN com o Ministério Público por atropelar a determinação de não contratar assessoria, exceto por concurso público. Pelo mandado de segurança, ele contratou 14 em regime de comissão. Disseram que ele não deveria ter ‘desdenhado’ do Todico. Agora: “pode tirar a grana da poupança para pagar um bom advogado, porque a coisa babou, ou, a vaca foi pro Brejo…”

Três canoas

Rola entre os bem informados de Lorena que um determinado parlamentar do pedaço, por falta de negociar apoio eleitoral a um deputado, já fez esquema com três, coincidentemente candidatos à reeleição na Assembleia Legislativa. Pergunta: Qual dos dois vão levar a bolada nas costas? Ou neste caso, os três???

Litoral no Vale

Pelo andar da carruagem, ou melhor, dos candidatos, não é apenas o ex-prefeito e deputado Antonio Carlos de Caraguá que está buscando apoio eleitoral para estadual no Vale da Fé. Do mesmo domicílio eleitoral está subindo também para conquistar votos Neto Bota – ex-vereador e secretário de Aguilar – até porque, além de ter nascido em Guaratinguetá, tem família numerosa em Lorena. Alguns vereadores como Lucia da Saúde, Maurinho Fradique, o ex Cleber Maravilha e mais dois suplentes já vestiram ‘a Bota’, quer dizer, se comprometeram com a campanha de Neto.

Agenda estadual

E por falar em Antonio Carlos de Caraguá, ele teve de remarcar uma série de encontros e reuniões agendados para esta semana – que antecede o feriado – no eixo Guará, Lorena e Cruzeiro. Disseram que o pré-candidato ao governo Tarcísio Freitas está fazendo questão de sua companhia em várias localidades do Estado nos próximos dias. Há rumores que dependendo do resultado das eleições, Antonio Carlos poderá assumir uma das secretarias do Governo!

Não convidem para…

…a mesma picanha o ex-presidente da Câmara de Guará, Marcelo Coutinho – o Celão e o ex-prefeito Junior Filippo, principalmente se a vereadora Rosa Filippo estiver na churrasqueira e se bancada do PSD como participante do encontro…

Passando a limpo

Perguntam em Guará que após a cassação do Celão – falta ainda combinar com a Justiça – se a Câmara for provocada a rever uma, talvez duas situações de ‘quebra de decoro’ envolvendo outros vereadores, vai haver o mesmo rigor? Comentam que o ‘comportamento confuso’ de Dani Dias e sua participação ativa em umas das sessões passadas, poderá render outro processo de investigação no Legislativo. Com a palavra, o presidente Arilson Santos…

Autoconfiança

Nem bem o ‘caso’ Celão esfriou entre a ‘Casa dos Lordes e o Palácio de Vidro’, o comentário que surge é que o suplente, que mal assumiu a cadeira, já estaria articulando a presidência da Câmara. Falam ainda que as conversações sobre a eleição de presidente teria começado literalmente durante uma ‘rodada de pizza’, na noite anterior a cassação do colega de partido.

Sob pressão

Mesmo faltando 911 dias para as eleições municipais, o vice-prefeito de Pinda, Ricardo Piorino – provável indicado a sucessão de Isael Domingues, vem sofrendo pressão interna e externa no mercado político. No ambiente da administração pública, Piorino convive com vários ‘nomes’, que se não conquistados podem se tornar fortes adversários; já em campo aberto na realidade dos grupos, vereadores e pretendentes ‘criando musculatura’ para encarar a disputa para pilotar a Prefeitura com um orçamento futuro de R$1 bilhão.

Sopa de ‘cebola’

Norbertinho

Enquanto a patuleia política de Pinda fixa atenção nas urnas de 2 de outubro, o vereador Norberto Moraes – o Norbertinho, foca a presidência da Câmara, tendo aparentemente apenas o colega Renato Cebola como sombra em suas articulações. Pela leitura dos que assistem as movimentações desta disputa interna e discreta, se forem levadas em consideração habilidade e cordialidade, não será nesta legislatura que Renato vai comandar a Casa. Pelo ‘zum-zum dos corredores, ainda falta ingrediente para este ‘caldo de cebola’ chegar ao ponto…

 

 

Primo-‘rico’

Enquanto prefeitos como de Pinda, Guará, Lorena e Cruzeiro – feitos pintos no lixo – bateram recordes em arrecadações junto ao governador Rodrigo Garcia, de maquinários pesados a caminhões, vans, ambulâncias, ônibus, pavimentações e convênios generosos em termos de valores, e mais uma infinidade de ‘benefícios’ ao ponto de ficar difícil até somar, outros, aparentemente, não tiveram a mesma sorte dos apelidados na região de “primos-ricos”…

Primo-‘pobre’

Se por um lado tiveram os ‘primos-ricos’ na festa denominada ‘Governo na Área’, foram observados um grupo de prefeitos feitos ‘primos-pobres’; entre eles, o prefeito de Aparecida, Luiz Carlos – o Piriquito, que não teve dificuldade de somar três ou quatro conquistas neste ‘show dos milhões’. A menos que esteja faltando comunicólogos na Prefeitura da Capital Mariana da Fé, ao que tudo indica, Rodrigo Garcia não tem frequentado muito as missas do Santuário…

Condicionamento

O desempenho da administração Piriquito está sob análise das lideranças políticas de Aparecida. Se a performance de seu governo melhorar, sua reeleição será mais generosa – pelos apoiadores que devem ‘assinar o livro de ouro’ da campanha – se onerosa. De acordo com os entendidos da Terra da Padroeira, se nos próximos meses não forem anunciados projetos relevantes e a Prefeitura não entregar o que a população espera como saúde, educação, assistência e infraestrutura, a concorrência será grande para ‘puxar sua cadeira’. Perguntem ao Tony Tuma!!!

Água no chope!!!

A menos de 27 dias para a realização da Festa do Peão de Piquete – que trará atrações como Luan Santana, Lucas Lucco e outros famosos – e já ‘tem gente’, com apoio velado de um vereador, querendo ‘azedar a maionese’ do prefeito Rominho. Disseram que além da ameaça do coronavírus, um grupinho de oposição está rascunhando uma representação no MP sobre o custo da festa, depois que o episódio Moçoró se transformou em jurisprudência…

Seis milhões para Santa Casa

O prefeito Sylvio Ballerini anunciou, durante entrevista ao Atos no Rádio da última sexta-feira, dois aportes financeiros para a Santa Casa de Lorena. O primeiro, de R$ 3 milhões, foi repassados pelo Estado aos cofres da Prefeitura, seguido de mais R$ 3 milhões provenientes de uma emenda parlamentar do deputado federal Marcio Alvino (PL). Sylvinho declarou que também está cobrando do governo estadual a promessa do ‘tripé da saúde’ – feita há mais de uma ano, que traria as especialidades do Hospital Regional para Santa Casa, para os atendimentos de alta e média complexidade. Além do assunto saúde, o prefeito e seu chefe de Gabinete, Bronson Heleno, atualizaram os ouvintes do Atos, sobre vários recursos e obras que o Município está recebendo.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?