Doria anuncia reforço na segurança e saúde para o Litoral Norte no verão

Efetivo policial deve contar com aumento de até três mil agentes neste ano; cidades aguardam apoio financeiro para demanda em hospitais

Operação da Policia Militar no Litoral Norte; região recebe atenção especial para período de férias (Foto: Reprodução)

Lucas Barbosa
Litoral Norte

O governador João Doria (PSDB) anunciou no dia 13 que quase três mil policiais civis e militares reforçarão a segurança no Litoral Norte durante a “Operação Verão”. Além de medidas de combate a afogamentos e acidentes automobilísticos, o Estado liberará aproximadamente R$ 3 milhões para fortalecer o sistema de saúde da região durante a alta temporada turística.

Além de Doria, o evento de lançamento da “Operação Verão” no Palácio dos Bandeirantes, contou com as presenças do secretário de Logística e Transportes, João Octaviano Machado e do secretário de Segurança Pública, João Camilo Pires.

Doria revelou que o Litoral Norte receberá no próximo dia 23 um reforço de 1.730 policiais civis e 1.030 militares. A iniciativa buscará garantir a segurança da população e dos oitocentos mil turistas que são esperados até o fim de fevereiro em Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba.

Além do aumento do efetivo policial pelas ruas e praias, as estradas de acesso às cidades litorâneas serão, pela primeira vez, monitoradas com a ajuda de drones. Equipadas com câmeras, três aeronaves não tripuladas transmitirão as imagens do tráfego à central da Polícia Rodoviária Estadual.

De acordo com o secretário estadual de Logística e Transportes, equipes da Polícia Militar e do DER (Departamento de Estradas e Rodagem) atuarão também na fiscalização de veículos nas rodovias. O Corpo de Bombeiros terá um reforço de 89 agentes no Litoral Norte, que serão responsáveis pela prevenção e resgate de afogamentos.

No fim do evento de lançamento do “Operação Verão”, Doria explicou que nessa semana deve liberar recursos para que os hospitais e unidades de saúde ampliem sua estrutura de atendimento para o período.

A reportagem do Jornal Atos solicitou ao Estado o número atual dos efetivos das polícias Civil e Militar no Litoral Norte, mas nenhuma resposta foi encaminhada até o fechamento desta edição.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?