Bastidores da Política

Resposta rápida

O secretário de Segurança de Lorena, Major Lescura, anunciou uma ação para conter a onda de vandalismo no Cemitério Municipal, que apesar de cômica, promete ser eficaz: a instalação de uma câmera de videomonitoramento no local. A ideia não é monitorar os mortos, é claro, mas os ‘espertos’, ou seja, os vivos que invadem o local para depredarem e furtarem tudo que possa se transformar em grana na feira da ‘barganha’ dos domingos.

Sete candidatos

Com o final da experiência Edson Mota em solo cachoeirense, o mercado político vive um surto de candidatos. A previsão é de 5 candidaturas na reta final, mas sete postulantes à sucessão se apresentam como ‘a solução’ para resolverem os problemas da cidade. Com discurso de novidade e renovação, destaque para o empresário Mineiro da Funerária e o engenheiro Fernando Hummel (agora ele vem); já entre os nomes mais manjados da política local Dadá Diogo, Domingos Geraldo, Elbon Fontes, Aloísio Vieira e Torrada. Façam suas apostas…

Cabo de guerra

Celão

Comenta-se que não são apenas os empresários de Guaratinguetá que mantêm expectativas às audiências do Plano Diretor na Câmara Municipal: a classe política também.

Enquanto o mercado imobiliário aguarda a expansão do perímetro urbano para novos investimentos, a especulação eleitoral quer saber na queda de braços entre Executivo e Legislativo, a força do prefeito Marcus Soliva e seu poder de articulação no resultado final.

Nesta segunda-feira, começa a temporada de audiências made-in-Celão. Com a palavra, os nobres vereadores…

Bem Viver ou bom viva?

Quem passou para extrair dividendos eleitorais no residencial Bem Viver essa semana e postou nas redes sociais foi o prefeituravel Luis Rosas. O conjunto. que concentra perto de 2 mil famílias de Pinda, se tornou rota dos políticos neste período, cada um com suas propostas mirabolantes e promessas no verbo futuro, porque no presente, apenas o atual prefeito tem como fazer e tem feito. O problema é que para tudo que tem sido feito e se faz, aparece um ‘Rosas’ pela frente para dizer que tinha de ser diferente…

Arrumando a casa

E por falar em Bem Viver e da invasão de políticos eleitoreiros no local prometendo o que nunca vão conseguir fazer aos moradores, o prefeito Isael Domingues fez o que tinha de fazer: “bater de frente” com a empresa Forcasa – responsável pela construção do residencial –após reclamações dos moradores sobre diversos problemas estruturais dos prédios. Isael cobrou também da terceirizada o compromisso de manter uma equipe de manutenção no local para realizar os reparos necessários nas moradias.

Herança Ardito

Parece que agora, sob o comando de administração Isael Domingues, a reforma do CEM – Centro de Especialidade Médicas – conhecido como ‘Postão’ será finalizada, após a empresa contratada pela antiga gestão do ex-prefeito Vito Ardito ter abandonado a obra, em junho do ano passado. A demora da retomada da construção do local, foi necessidade de um novo processo licitatório e a cautela em conseguir uma empresa que desse ‘conta do recado’. A partir de agora, a Marcondes Lima Engenharia terá até cinco meses para concluir a reforma e garantir o funcionamento total da unidade responsável pelo atendimento de centenas de pacientes que necessitam de consultas com médicos especialistas em diversas áreas.

Optando pelo óbvio

Após repercussão do desconforto do ex-prefeito Francisco Carlos com a declaração do candidato do MDB, de que seu vice será Marcelo Meirelles, a cúpula do PSDB – quer dizer, Pazzini, Chico Hair e o próprio Meirelles – resolveu se reunir para alinhar os discursos. Venceu o óbvio, melhor arriscar com Argus Ranieri que o ostracismo eleitoral pela falta de nome para encabeçar uma candidatura tucana à prefeitura de Guará…

Regra própria

Para tentar levantar a altura da cerca nesta ‘janela eleitoral’ e impedir a debandada do vereador Marcos Evangelista do PSDB para o PSC de Soliva, a liderança tucana de Guará ‘criou’ uma jurisprudência própria na Lei Eleitoral: “mesmo na janela, vereador para sair do partido tem de ser por motivações judiciais” informou o causídico Marcelo Pazzini…

O bonde do Soliva

Após se livrar da ‘pegadinha tucana’, o prefeito Marcus Soliva lotou mais rápido que o esperado seu ‘bonde eleitoral’ rumo ao PSC de Márcio Almeida. Com mobília completa, digo, chapa de candidatos a vereador e nomes para compor diretório, provisória ou nominata o que for preciso, Soliva definiu seu parceiro de primeira hora, Miguel Sampaio, como condutor do bonde, quer dizer, presidente. Agora o mais difícil: tirar o pessoal do ar-condicionado e desencastelar os ‘bacanas’ para combinar com os eleitores a reeleição…

Clima quente

A última sessão de Câmara de Ubatuba foi marcada por debates acalorados entre o vice-presidente Adão Pereira (PCdoB) e oito colegas de plenário que barraram seu projeto que buscava regulamentar a entrada de animais de estimação para a visitarem pacientes da Santa Casa. Inconformado com a rejeição da proposta, o vereador não poupou críticas aos contrários. Para a especulação política, o episódio pode quebrar a harmonia sonolenta da Casa de Leis com disputas ainda mais acaloradas, mesmo com a disparidade entre os dois grupos…

Trem da alegria

Délcio Sato

Decididamente a maré não anda boa para o prefeito de Ubatuba, Délcio Sato (PSD), que nesta semana foi notificado pelo TCE – Tribunal de Contas do Estado – devido aos gastos excessivos com a folha de pagamento de servidores municipais no ano passado.

Sato atropelou a Lei de Responsabilidade Fiscal com mais de 54% da receita com salários.

A notícia caiu como uma bomba nas rodas políticas da cidade, uma vez que Sato foi o único prefeito do Vale e do Litoral “enquadrado” pelo TCE na modalidade ‘trem da alegria’, ou seja, a farra das contratações.

Tem vereador prometendo complicar sua saúde eleitoral caso suas contas cheguem rejeitadas na Câmara!!!

Lembrete

Faltam apenas 200 dias para as eleições, 28 domingos…

Em Alta

Pindamonhangaba – O planejamento da Prefeitura para ampliar a estrutura de segurança, com debate aberto com grupos e personagens do setor. Em reunião do Conseg, na última semana, o município destacou o que espera com ações como o armamento da Guarda Civil, na tentativa de manter o ritmo de queda nos principais índices da criminalidade, como em 2019. Discussões abertas contra a violência.

Em Baixa

Câmara de Lorena – Os vereadores de oposição, que numa manobra regimental conseguiu unanimidade em um projeto que altera as exigências à vida útil dos veículos que operam o serviço de táxi na cidade. O que muitos não conseguem acreditar é que a principal motivação dos autores teria sido criar uma divergência política entre a figura do prefeito com os profissionais do setor, com propósito de somar dividendos políticos a um dos candidatos.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?