Bastidores da Política

Tiro ao alvo
Dr. Morgado e os vereadores Luizão, Celão e Marcelo Santa Casa
Dr. Morgado e os vereadores Luizão, Celão e Marcelo Santa Casa

O ex-secretário de finanças da Prefeitura de Guará – período de Nelson Mathídios – ex-juiz classista e interventor judicial Dr.

Antonio Morgado fez uso da tribuna da Câmara esta semana, em atenção a um requerimento do vereador Fabrício da Aeronáutica, para falar dos prós e contras da possível extinção da Agência Reguladora – Arsaeg.

Pela avaliação de muitos, de positivo não se ouviu nada, mas sobrou críticas para todos: prefeito, diretores do Serviço de Água e Esgoto de Guaratinguetá – Saeg (leia-se Miguel Sampaio) e até à Fundação Getúlio Vargas (autora de uma auditoria do contrato com ex-CAB, hoje Guaratinguetá Saneamento).
Conhecendo a concorrência

É voz corrente entre a classe política – extra governo municipal – que nem tudo será céu de brigadeiro’ para Thales Gabriel em seu desafio de conquistar mais uma mandato frente à Prefeitura de Cruzeiro. Disseram que o ex-vereador Marco Aurélio está pronto para ‘dizer o sim’ a um dos grupos que pretendem contrapor o atual prefeito em sua proposta de reeleição. Perguntem ao…
Terceira via

Rafic Zake
Rafic Zake

Embora muitos contem com a possibilidade de prorrogação de mandato, a oposição de Cruzeiro joga com todas as possibilidades de que em 2020, postulantes à Câmara e a Prefeitura devam se confrontar, com destaque a figura carismática do ex-prefeito Rafic Zake, hoje visto como terceira via.

Na alegria, na tristeza…

Marcio Siqueira e Ernaldo Marcondes
Ernaldo Marcondes e Marcio Siqueira

A expectativa do mercado político de Aparecida tem se voltado à Câmara nos últimos dias, onde será discutida uma das contas rejeitadas do governo passado de Márcio Siqueira.

Mesmo com a vaga lembrança do ex-prefeito, a possibilidade do atual chefe do Executivo, Ernaldo Marcondes, estar na vala comum da análise do Legislativo ‘esquenta’ o clima na cidade.

Apostas – Com o atual prefeito podendo ficar inelegível, caso a as contas de Márcio Siqueira ‘leve tinta’ na próxima semana, a especulação política aquece o mercado de apostas na Capital Mariana da Fé, vislumbrando menor concorrência nas urnas no ano que vem.

Ah! Se houver eleição, é claro!!!

Agenda positiva
Marquinhos Ramos
Marquinhos Ramos

Tornou-se voz corrente em Lorena a intermediação do vereador Marquinhos da Colchoaria, de alguns empresários de Minas Gerais com o prefeito Fábio Marcondes, dias atrás.

Na pauta do encontro, a possibilidade da instalação de uma montadora de veículos elétricos no prédio onde funcionou a Comil – hoje sob o controle do Bradesco.

Os investidores analisam a cidade sobre vários aspectos: a estrutura do local, localização, facilidade de logística e a seriedade da administração pública.

Não convidem para… 

Renato Cebola
Renato Cebola

…a mesma picanha o prefeito Isael Domingues e o vereador Renato Cebola, principalmente se o churrasqueiro for o presidente do Sindicato, Daniel Ramos, e o churrasco seja em comemoração aos servidores municipais de Pinda, que por ‘obra e graça’ do parlamentar ainda não tiveram o reajuste contabilizado em seus holerites…

O que muitos querem saber
Qual a finalidade do quinteto da oposição – Ronaldo Pipas, Renato Cebola, Rafael Goffi, Rodelerley Miotto e professor Osvaldo – oficiar a Câmara para suspender a sessão extraordinária desta sexta-feira, cuja convocação era a votação do reajuste de 4% no salário dos servidores municipais de Pinda?
Treme-treme
Enquanto unia esforços com os vereadores da oposição de Pinda para “melarem” a sessão extraordinária que deveria ter ocorrido, o presidente do Sindicato dos Servidores, Daniel Ramos, ganhou um motivo para se preocupar. Alvo de uma investigação do Ministério Público, o sindicalista foi convocado para uma audiência na sede da Procuradoria do Trabalho, no próximo dia 6, em São José dos Campos. A Justiça analisa a denúncia de que Ramos ocupa indevidamente o cargo, já que não é considerado por lei um servidor municipal estável. A notícia sobre o risco do presidente ser obrigado a deixar a função agradou diversos servidores, que há muitos anos cobram uma renovação no comando do órgão, onde Ramos ‘reina’ desde 1993.
Tiro no pé
Circula pelos balcões de Pinda que o presidente do Sindicato dos Servidores, Daniel Ramos, pode até fazer o prefeito Isael Domingues ‘sangrar’ na assembleia geral agendada para este sábado – com a finalidade de discutir a possibilidade de greve geral em retaliação ao reajuste sugerido pela administração pública à categoria – mas não escapará dos rigores do Ministério Público do Trabalho, onde está em cheque a legalidade de seu cargo na presidência da entidade.Dose dupla
O prefeito Fabio Marcondes busca aprovar o projeto da concessão geral do lixo (que regulariza Lorena nas normas e exigências do meio ambiente) na Câmara, em duas fases. Esta semana, entre críticas e considerações, os vereadores aprovaram por 12 votos contra 4 a alteração do PPA, que permite adequar o valor de um provável contrato para terceirização do serviço. Nos próximos dias, a Prefeitura deve encaminhar ao Legislativo o projeto completo para avaliação dos parlamentares, com previsão de uma votação em tom mais ‘acalorado’.
Sai que ‘eu vi primeiro…’
Parece que o efeito Bolsonaro que tem agitado várias massas sociais do país ainda não chegou em Guará. A prova disso, que integrantes de seu partido – o PSL na cidade, tem se degladiado com lideranças que buscam os primeiros ‘assentos’ na legenda majoritária e também na lista de postulantes ao Legislativo. Até o Sargento Julio Cesar – que obteve 10.243 votos na eleição de deputado, proporcionalmente mais que Regis Yasumura, com 14 mil nas urnas locais – teve que ‘fazer cara feia’ para  para muitos oportunistas que pensam em abocanhar a legenda de prefeito no ano que vem. Detalhe: o Coronel Salomão continua montando sua barraquinha na Praça Conselheiro para captação de filiados. Segundo o Celso Ricardo, já conseguiram três ou quatro em dois finais de semana…
Maresia
A falta da elaboração de projetos e requerimentos relevantes por parte dos vereadores de Ubatuba tem gerado descontentamento pelas principias rodas políticas da periferia. Alguns moradores mais insatisfeitos suspeitam que a maresia da cidade litorânea pode estar afetando o desempenho dos parlamentares. Assim como a maioria das sessões de 2019, a da noite da última terça-feira foi um festival de moções de congratulações, requerimentos de podas de árvores e mudanças de nomes de ruas. A postura do Legislativo vem frustrando os eleitores que cobram uma maior contribuição dos parlamentares em propostas que contribuam para a   desenvolvimento do município.
Ou chora ou ri???
A aparente falta de ‘um nome’ entre os governistas para disputar a sucessão do prefeito de Lorena, Fábio Marcondes, tem preocupado muitos eleitores pelo que sobrou de postulantes, e feito outros rirem diante de algumas revelações para 2020 (se houver eleição). Imaginem a dupla ‘Be & Be’! É de rir ou chorar?A lei do retorno

Soliva
Soliva
O momento ‘tribuna livre’ na Câmara, que abriu oportunidade para o Dr. Morgado ‘desopilar o fígado’ em cima da administração pública & Cia Ltda.Em contrapartida, provocou disposição do prefeito Marcus Soliva em ocupar o mesmo espaço e ‘botar os pingos no Is’, na versão de quem está com o ‘calo apertado dentro do sapato’.

A previsão é que muitos deverão disputar os melhores lugares na assistência da Câmara, apostando no contraponto de Soliva às ‘considerações’ do advogado – que se resumiu a um êxtase momentâneo do vereador Fabrício da Aeronáutica, autor do convite…

Em Alta
Ubatuba – Repercutiu acima da média a entrega à população de Ubatuba do novo prédio da Unir (Unidade de Reabilitação) que atende moradores com deficiências físicas temporárias ou permanentes de Ubatuba.

O prefeito Délcio Sato explicou que a reforma e ampliação foi através de recursos municipais, e a motivação do novo espaço é para oferecer maior estrutura para a equipe médica, em contribuição aos pacientes que buscam superar suas limitações físicas.

O atrativo da nova unidade, que deverá atingir um número maior de atendimentos, chamou atenção até de alguns opostos políticos do governo Sato, quem sabe para ‘acertar dor de cotovelos’ no setor de ortopedia. Ah! Além de ortopedia, a Unir oferece tratamentos gratuitos nas áreas de fonoaudiologia, fisioterapia e neurologia.

Em Baixa
Pindamonhagaba – Os vereadores  da cidade parecem que não deram a real importância que os servidores esperavam quanto à discussão sobre o reajuste de 2019 da classe.

Enquanto a Prefeitura trava uma verdadeira queda de braço com o Sindicato, a Câmara fez a “política de liquidificador”, aquela em que você bate e bate e não vira nada. Ou melhor, vira, a semana, e nada para os funcionários, que aguardam o resultado da disputa entre os 4% oferecidos pela administração municipal e os 5% solicitados pelos sindicalistas.

Além de não ajudarem a definir, o que poderia ter sido feito nesta sexta-feira, em sessão extraordinária que foi cancelada, os parlamentares parecem querer que Isael Domingues ferva na frigideira da política até a próxima semana. Ou seja, o voto mais uma vez à frente do povo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

× Como posso te ajudar?