Sabesp anuncia suspensão de corte e renegociação para comerciantes

Pensando na crise, estatal suspende processos de interrupção de serviços e abre diálogos para negociações durante a pandemia

Acúmulo de contas de água vencidas; Sabesp suspende corte e anuncia parcelamento (Foto: Arquivo Atos)

Bruna Silva
RMVale 

Dado o cenário de crise causada pela pandemia da Covid-19, a Sabesp (Companhia de Água e Esgoto do Estado de São Paulo) anunciou, recentemente, a suspensão de cortes de fornecimento para auxiliar os donos de comércio. A medida estará vigente até o fim do próximo mês.

De acordo com a Companhia, a ação busca a redução dos impactos econômicos causados pela pandemia aos estabelecimentos comerciais e serviços, mas ela é válida somente para os municípios que estejam na fase laranja ou vermelha do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena (a RMVale foi colocada na fase vermelha pelo Governo do Estado no início da tarde desta sexta-feira-5).

A expectativa é de que cerca de 680 mil estabelecimentos com consumo de 100m³ por mês sejam beneficiados pela iniciativa. Os donos de comércios das regiões que estejam na fase vermelha e laranja, e possuam débitos com a Sabesp, incluindo aqueles que já foram negociados, poderão ser renegociados sem multa ou juros, apenas com correção monetária. O prazo máximo para parcelamento será de 12 meses, contando a partir do acordo firmado.

Para André Loyola, de 33 anos, trabalhador do ramo alimentício, a medida terá efeito de alívio econômico num momento tão crítico. De acordo com Loyola, que é morador de Pindamonhangaba, o lucro de seu negócio caiu em até 80% no período de fase vermelha. “A crise afetou completamente em tudo né… os valores aumentaram e as margens lucro caíram”, lamentou.

Para renegociar a dívida é necessário entrar em contato com a Sabesp através dos telefones 0800 011 911 ou 0800 055 0185.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?