Região registra aumento de 170% de contaminados pela variante Delta

Número de moradores infectados sobe para 73; Caraguá e Cruzeiro estão entre as três cidades com mais casos

Local destinado ao atendimento de pacientes com Covid-19; aumento de casos da Delta preocupa autoridades (Foto: Gabriel Mota)

Lucas Barbosa
RMVale

Gerando preocupação nas autoridades estaduais em Saúde, a RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte) atingiu na última semana a marca de 73 casos de contaminação pela variante Delta, uma das mutações genéticas da Covid-19. Das 18 cidades da região que tiveram moradores infectados pela cepa, originária da Índia e mais contagiosa e resistente às vacinas, as três com mais registros são: Caraguatatuba, Cruzeiro e Taubaté.

De acordo com um levantamento da secretaria estadual de Saúde, que levou em conta os registros entre 23 de agosto e a última quarta-feira (8), a RMVale teve nesta quinzena um aumento de 170% de contaminados pela variante Delta, saltando de 27 para 73.

Com a confirmação de mais dois casos no último dia 8, Taubaté é o município com mais contaminados pela cepa na região. Na segunda posição, aparece Caraguá com 12 moradores infectados. A cidade litorânea registrou o primeiro caso de contaminação em 5 de agosto e o mais recente também na última quarta-feira.

Na terceira posição, Cruzeiro contabiliza 11 vítimas de contaminação pela variante Delta. De acordo com a secretaria de Saúde de Cruzeiro, o caso mais recente, que se trata de uma mulher, foi confirmado em 6 de agosto. A pasta revelou ainda que todos os pacientes já se recuperaram da doença.

Os outros 15 municípios da RMVale, que engloba 39 cidades, que tiveram moradores infectados pela cepa foram: Ubatuba (7), Guaratinguetá (5), Pindamonhangaba (4), São José dos Campos (4), Tremembé (3), Aparecida (2), Cachoeira Paulista (2), Caçapava (2), Piquete (2), Roseira (2), São Sebastião (2), Igaratá (1), Ilhabela (1), Potim (1) e Santo Antônio do Pinhal (1).

Ao contrário dos dados de contaminados pela Covid-19, que são publicados diariamente pelas prefeituras, a publicação dos casos da variante Delta está a cargo do Estado. A expectativa é que um novo levantamento quinzenal seja divulgado até o fim da próxima semana.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?