Famílias recebem titularidade da casa própria após regularização de núcleos na região

Municípios do Vale Histórico e Vale da Fé são contemplados pelo Cidade Legal; prefeituras buscam novas construções de moradias

Entrega de escrituras das moradias do programa Cidade Legal em Cachoeira; região tem entrega de 329 títulos (Foto: Divulgação PMCP)

Rafaela Lourenço
RMVale

A passagem do secretário executivo da Habitação do Estado, Fernando Marangoni, pela região garantiu regularizações fundiárias além da entrega de residências da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo). Famílias de São José do Barreiro, Cachoeira Paulista, Canas estão entre as beneficiadas com as escrituras da casa própria. Já em Lorena, a expectativa é para construção de novas casas populares.

A semana segue movimentada na RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte). Após a assinatura de convênios entre Estado e municípios na segunda-feira, com o governador Rodrigo Garcia (PSDB), a terça-feira foi de entrega de 329 títulos de propriedade de imóveis regularizados pelo programa Cidade Legal.

Em São José do Barreiro, 34 famílias do Vila Nova 3 foram contempladas. São 17 títulos já entregues durante o evento e o restante será distribuído pelo cartório. Já em Cachoeira Paulista, um número mais expressivo abrangendo três núcleos, o Antônio Vicente, Várzea dos Cunhas e Quilombo. Ao todo, cem documentos foram entregues e 37 aguardam liberação do cartório. “É motivo de comemoração, visto que é uma ação importante, realizada sem nenhum custo para as famílias beneficiadas e representa tranquilidade jurídica para os proprietários dos imóveis que aguardavam há muitos anos a escritura de suas propriedades”, frisou o prefeito Antônio Carlos Mineiro (MDB).

Para a comemoração da prefeita de Canas, Silvana Zanin (PDT), a solenidade, na Quadra de Esportes Benedito Romeu Zanin, contemplou de forma imediata 79 moradores da Vila Freire. Os outros 34 títulos serão entregues posteriormente.

Segundo Marangoni, a regularização fundiária é um trabalho contínuo no Vale e em todo o estado, que já garantiu o investimento de mais de R$ 10 milhões com a modalidade.

Moradias – O prefeito Sylvio Ballerini (PSDB), que festejou a entrega das últimas 58 casas populares no Vila Rica, nesta semana, segue em busca de novas unidades. Apesar de não revelar a área, um espaço de propriedade do Município foi ofertado para análise do Estado. O projeto é de obras para duzentas residências junto ao CDHU.

Segundo o gerente regional da companhia, Francisco Assis Vieira, o Tchesco, cidades vizinhas também seguem com as tratativas para novas construções. “Canas tem uma área definida para cinquenta novas moradias. Em Cachoeira Paulista, vamos entregar até agosto as outras cinquenta unidades das obras iniciadas em 2009. Guará consolidou mais 44 além das 36 que estão em construção e mais 28 do Vida Longa”.

Ainda de acordo com Tchesco, no Vale Histórico, Silveiras tem programada para setembro a licitação de cinquenta novas unidades habitacionais. A mesma quantidade prevista para Canas.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?