EDP garante sistema com energia solar para seis hospitais de Caraguá e Lorena

Ação prevê economia com energia elétrica durante a pandemia; medida garante também implantação de lâmpadas LED

Hospital em Guarulhos que recebeu investimentos para energia solar; cidades da RMVale são contempladas (Foto: Divulgação EDP)

Lucas Barbosa
RMVale

Buscando contribuir para a economicidade na energia elétrica de hospitais de quatro cidades da região em meio à pandemia, a concessionária EDP anunciou no último dia 29 que implantará sistemas de geração solar em seis unidades. A iniciativa promoverá também a instalação de lâmpadas mais econômicas e modernas nos aparelhos públicos.

Uma das principais distribuidoras de energia elétrica que atuam no estado de São Paulo, a EDP informou em nota oficial que as melhorias contemplarão seis hospitais, em Caraguatatuba, Jacareí, Lorena e São José dos Campos.

No Litoral Norte, a concessionária investirá pouco mais de R$ 252 mil na instalação de uma usina fotovoltaica (sistema de captação e produção de energia solar) e de 884 lâmpadas LED na Casa de Saúde Stella Maris, em Caraguatatuba.

Já na Santa Casa de Lorena, a EDP aplicará R$ 161 mil na implantação de usina fotovoltaica.

Cidade mais populosa da RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte), São José dos Campos receberá um investimento de R$ 333 mil, viabilizando as instalações de usinas fotovoltaicas e 103 lâmpadas LED no Hospital Municipal Doutor José de Carvalho Florence e na Santa Casa.

Em Jacareí, a EDP desembolsará R$ 276 mil nas implantações de 1.116 lâmpadas LED e uma usina fotovoltaica.

De acordo com a distribuidora, a instalação do sistema de energia solar deve gerar uma economia total de energia elétrica de aproximadamente 850 megawatts-hora, o equivalente ao consumo médio anual de energia de 360 famílias. Já a troca das lâmpadas de mercúrio pelas de LED resultará na diminuição nos custos de manutenção dos equipamentos, já que as lâmpadas eficientes possuem maior durabilidade.

O vice-presidente de distribuição da EDP no Brasil, João Brito, destacou os objetivos da ação. “A EDP segue planejando e executando ações concretas para minimizar os impactos da pandemia sobre a sociedade, e sabemos que os hospitais estão sob grande pressão neste momento. Este projeto permitirá aprimorar a qualidade de iluminação dos espaços e, principalmente, diminuir gastos com o consumo de energia, possibilitando a otimização de recursos para melhor atendimento à população”.

Segundo a EDP, ainda não há uma previsão de início da obra de implantação do sistema, mas a expectativa é que tudo estará pronto em até oito meses.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?