Defesa Civil reforça ações de prevenção a deslizamentos no Litoral Norte

Ação foca em erosões próximas à costa marítima; o objetivo dos trabalhos é preparar estrutura para desastres naturais

Viatura da Defesa Civil em Ubatuba; órgão busca por medidas para prevenir deslizamentos no litoral (Foto: Reprodução)

Bruna Silva
Litoral Norte

Com foco em prevenir possíveis desastres, agentes das Defesas Civis das quatro cidades do Litoral Norte realizaram, na última semana, treinamento para ações de deslizamento próximo à costa marítima. O objetivo é capacitar os municípios para possíveis desastres naturais.

Além de agentes de Caraguatatuba, Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela, a capacitação contou ainda com representantes do IPA (Instituto de Pesquisas Ambientais) e da Casa Militar. De acordo com o responsável regional da Defesa Civil, Wander Vieira, este é o treinamento inicial de uma série de capacitações. Segundo ele, o foco está em tornar os municípios aptos a agirem em situações graves, além de criar planos de contingência que atendem às necessidades de cada um.

O treinamento foi realizado na área costeira da praia do Massaguaçu, em Caraguatatuba, por cosa de suas fisionomias e diversos tipos de enseadas. Ainda no último ano, pesquisadores da USP (Universidade de São Paulo) e IPA estiveram em Caraguá para avaliar a área costeira entre as praias do Massaguaçu e Mococa. Esse é o trecho mais afetado com o avanço do mar e ressacas nos últimos anos. Por outro lado, as erosões já causam danos em estradas da cidade, uma vez que podem resultar em deslizamentos, enchentes e alagamentos.

A proposta é de também criar um banco de dados com foco na avaliação de previsões de ressacas. Segundo Vieira, Caraguatatuba e Ubatuba são as cidades que mais sofrem com as erosões causadas pelas ressacas.

Alerta de estiagem – No início da tarde desta segunda-feira (25), a Defesa Civil do Estado emitiu um alerta de estiagem para toda a RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba). Segundo os especialistas, toda a região está em alerta para riscos de incêndio em áreas de vegetação, devido ao tempo seco.

A orientação do órgão estadual é que ao notar fogo em áreas de mata, a população busque atendimento especializado através do 193 do Corpo de Bombeiros ou 199 da Defesa Civil.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?