Com nova base, Ubatuba reforça estrutura do Samu

Unidade descentralizada é inaugurada no Maranduba; mais de três mil pacientes são socorridos no primeiro semestre no município

Evento de inauguração de nova base do Samu, que amplia o atendimento para moradores de Ubatuba (Foto: Divulgação PMU)
Evento de inauguração de nova base do Samu, que amplia o atendimento para moradores de Ubatuba (Foto: Divulgação PMU)

Lucas Barbosa
Ubatuba

Para agilizar os resgates de emergência na região sul de Ubatuba, a Prefeitura inaugurou na última segunda-feira uma base descentralizada do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), no bairro do Maranduba. Cedido pelo município, o prédio que abrigará a unidade foi reformado com apoio de comerciantes locais.

Além do prefeito Délcio Sato (PSD) e do comandante do Corpo de Bombeiros, André Smidi, a cerimônia de inauguração contou com a presença de diversas outras autoridades municipais.

O prédio, que anteriormente era utilizado pelo Fundo Social de Solidariedade, foi cedido pela Prefeitura à direção do Samu em 7 de janeiro. Durante os seis meses seguintes, o imóvel recebeu obras de reparos e modernizações, como a implantação de novas redes de sistemas hidráulicos e elétricos. Através da doação de comerciantes da cidade, também foram substituídas as portas, pisos e o telhado do prédio. “Agradeço as empresas que colaboraram com a reforma dessa base. Em nossa gestão, o Samu foi contemplado com quatro novas viaturas. O atendimento prestado por esses profissionais é decisivo em muitas ocorrências e salva milhares de vidas. Só no ano passado foram quase seis mil atendimentos em toda a cidade”, destacou Sato.

A base do Maranduba será a terceira da cidade litorânea, que possui também as dos bairros do Centro e Félix. Ao todo, as unidades contam com 8 médicos, 14 motoristas socorristas, 5 enfermeiros e 14 técnicos de enfermagem.

O serviço é considerado pelo Executivo de suma importância para atender principalmente o aumento de ocorrências durante o verão, período em que a cidade recebe tradicionalmente um alto fluxo de turistas.

A reportagem do Jornal Atos solicitou à Prefeitura de Ubatuba informações sobre o valor do investimento para a reforma do prédio cedido ao Samu, mas nenhuma resposta foi encaminhada até o fechamento desta edição.

Atendimentos – Enquanto no ano passado o Samu socorreu 5.490 pacientes em Ubatuba, no primeiro semestre de 2019 o número de ocorrências atingiu 3.288.

Além de atendimento às gestantes, os casos de maior incidência foram afogamentos, acidentes automobilísticos, crises convulsivas, mal súbitos, traumas e paradas cardiorrespiratórias.

 

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?