Com índice imunização baixo, cidades litorâneas abrem vacinação contra a gripe para toda população

Medida autorizada pelo Ministério no último sábado tenta impulsionar busca de moradores em meio à crise da saúde

Campanha de vacinação contra a Influenza é aberta a todos os públicos no litoral (Foto: Reprodução PMC)

Bruna Silva
Litoral Norte 

Ao menos três cidades do Litoral Norte abriram a vacinação contra a gripe, vírus influenza, para toda a população. A medida foi liberada pelo Ministério da Saúde no último sábado (3) e deve permanecer até o fim desta semana, quando termina a Campanha Nacional de Imunização.

Em São Sebastião, os moradores podem se vacinar nas Unidades de Saúde da Família, de segunda a sexta-feira, dentro do horário de atendimento: das 8h às 16h30. É preciso levar carteira de vacinação e documento com foto. Segundo o Município, a vacinação contra a gripe é um dos métodos de fortalecer as defesas do corpo e de proteger o sistema respiratório, área afetada tanto pelo vírus da Influenza, quanto da Covid-19. Com a imunização, é reduzida a possibilidade de contrair a gripe e necessitar de auxílio médico, diminuindo também a pressão no sistema de saúde.

Com apenas 50% do publico esperado imunizado, Caraguatatuba também abriu a imunização contra a gripe para toda a população acima de seis meses de idade. Os responsáveis apontaram que a ampliação foi necessária pois a adesão dos grupos de risco, para quais as vacinas são destinadas, está abaixo do estimado. Os interessados em receber as doses contra a Influenza poderão comparecer ao posto de saúde mais próximo, das 13h30 às 15h30, com exceção ao posto do Tabatinga.

Ubatuba também segue com a ação de imunizar pessoas fora dos grupos prioritários. A orientação dos responsáveis é que as pessoas interessadas em receber a vacina compareça à unidade de saúde de referência.

Apesar da abertura para pessoas fora dos grupos de risco, as cidades seguem imunizando crianças de seis meses a menores de seis anos, grávidas, puérperas, indígenas, trabalhadores da saúde, idosos acima de sessenta anos, trabalhadores da educação, pessoas com comorbidades, caminhoneiros, trabalhadores portuários e do transporte coletivo, além de profissionais das forças armadas, de segurança, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

Como a vacinação da Covid-19 acontece simultaneamente à da Influenza, é necessário que haja intervalo de 15 dias entre o recebimento de uma dose e outra.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?