Com aval de Doria, Litoral Norte amplia flexibilização do comércio na pandemia

Estabelecimentos podem funcionar em horário tradicional; Prefeituras prometem manter fiscalização

Comércio em Caraguá seguindo os protocolos sanitários; região tem maior flexibilização na pandemia (Foto: Reprodução PMC)

Lucas Barbosa
RMVale

Apesar de somarem 790 mortos e mais de 45 mil infectados pela Covid-19, as quatro cidades do Litoral Norte suspenderam no último final de semana as restrições de funcionamento das atividades comerciais. Com a mudança, os estabelecimentos voltaram a operar em seus horários tradicionais e com capacidade máxima de ocupação.

De acordo com os decretos municipais baixados na última quinta-feira (19) pelas prefeituras de Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba, a flexibilização é respaldada pelas novas regras do Plano São Paulo, que vigoram desde a última terça-feira (17). Denominada ‘Retomada Segura’, a medida é justificada pela gestão do governador, João Doria (PSDB), diante do aumento do número de vacinados contra o novo coronavírus e a queda de mortes e infectados no estado. Os únicos estabelecimentos que seguem proibidos de funcionar são os que geram aglomerações, como boates, casas noturnas, danceterias e espaços de shows.

Apesar de permitirem que os comerciantes do Litoral atuem em seus horários tradicionais e recebam a capacidade total de clientes, os decretos mantém a obrigatoriedade do uso de máscaras, disponibilização de álcool em gel e de manutenção de uma distância mínima de um metro entre os consumidores. Os documentos destacam ainda que as fiscalizações municipais seguirão ocorrendo regularmente.

Das quatro cidades litorâneas, apenas Ilhabela mantém a exigência que os turistas apresentem o resultado negativo do teste de Covid-19 para acessarem o município.

Com o anúncio da suspensão das restrições de funcionamento do comércio, parte dos moradores do Litoral usou as redes sociais para demonstrar preocupação diante uma possível “invasão” de turistas nas próximas semanas, aumentando o risco de contágio da doença. Juntas, as quatro cidades contabilizam até à tarde da última terça-feira (24) 45.585 casos confirmados do novo coronavírus, sendo 790 vítimas fatais.

Em situação mais preocupante na região, Caraguá contabiliza 19.160 moradores contaminados e 437 mortos. Com cinquenta internados, sendo 21 na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e 29 na enfermaria, a cidade tem uma taxa de 29 % de ocupação de leitos para casos graves e de 20% para leves.

Vice-líder em registros no Litoral, São Sebastião atinge a marca de 10.185 infectados, 168 óbitos, 9.959 recuperados, 57 em isolamento domiciliar e apenas um internado em enfermaria.

Já Ubatuba, contabiliza 8.379 casos confirmados da doença, entre eles 144 mortes, 8.232 curados e três internados na UTI.

Em situação mais amena em comparação aos municípios vizinhos, Ilhabela registra 7.861 contaminados, 41 vítimas fatais, nove em isolamento domiciliar e nenhum paciente internado.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?