Caraguá autua empresa de ônibus por aglomeração e falta de higiene

Prefeitura intensifica fiscalização em meio à pandemia; cidade registra 55 mortes causadas pela Covid-19

Fiscalização no transporte público de Caraguá; Prefeitura intensifica cumprimento de regras contra Covid-19 (Foto: Reprodução PMC)

Lucas Barbosa
Caraguatatuba

Temendo o possível avanço do novo coronavírus (Covid-19) em Caraguatatuba, a Prefeitura autuou na última segunda-feira (3) a empresa responsável pelo transporte público na cidade devido ao suposto descumprimento de medidas de prevenção ao contágio da doença. Em situação preocupante, o município é o segundo com mais vítimas fatais da pandemia na RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte).

Em nota oficial, a Prefeitura de Caraguá revelou que durante fiscalizações promovidas pela equipe da secretaria de Mobilidade Urbana e Proteção ao Cidadão nos principais pontos de ônibus da cidade, foram constatadas duas infrações cometidas pela empresa Praiamar Transportes.

Além de aglomerações no interior dos veículos, que segundo os fiscais estavam operando lotados, os servidores municipais notaram a falta de higienização adequada nos automóveis no fim de cada viagem. Acionada, a Vigilância Sanitária autuou a concessionária pelo descumprimento do protocolo municipal de prevenção ao contágio da Covid-19, que determina que a empresa é responsável por garantir o cumprimento das regras de distanciamento social entre os passageiros e de limpeza frequente dos ônibus.

As autuações estabelecem que a terceirizada se adeque às medidas imediatamente, o que será verificado durante novas fiscalizações que ocorrerão ao longo desta semana. Caso as supostas falhas sejam novamente identificadas pela Prefeitura, ela deverá multar a concessionária.

De acordo com o secretário de Mobilidade Urbana e Proteção ao Cidadão, Maurício Ferreira, está é a segunda vez em menos uma semana que a Praiamar é notificada, já que recentemente o Executivo exigiu que a empresa recolocasse em circulação seus cinquenta ônibus em Caraguá, com o objetivo de evitar que os veículos trafeguem superlotados neste período de pandemia.

A reportagem do Jornal Atos tentou solicitar um posicionamento da empresa Praiamar Transportes sobre o caso, através de contato telefônico, mas até o fechamento desta edição as ligações não foram atendidas nos dois números disponíveis no site oficial da concessionária.

Dados – Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela secretaria de Saúde de Caraguá na tarde desta quarta-feira (5), a cidade litorânea contabiliza 1.041 pacientes infectados, sendo novecentos residentes e 141 moradores de outras cidades. Já o número de mortes é de 55. O montante de internados atinge 59, entre eles 27 estão em leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e 32 nas enfermarias.

Em contrapartida, o Município não revelou os números de curados e de infectados que permanecem em isolamento domiciliar.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?