Puris: Potim discute saneamento da zona rural

Programa de Universalização Rural do Saneamento busca integrar ações na RMVale

O Programa de Universalização Rural e Integração do Saneamento para o RMVale deve alcançar 39 municípios da região (Foto: Divulgação PMP)

Bruna Silva
Potim

Potim recebeu a discussão da universalização do saneamento rural, nesta semana. O Puris-VP (Programa de Universalização Rural e Integração do Saneamento do Vale do Paraíba) tem como proposta reforçar a compreensão que os serviços de saneamento rural afetam diretamente a qualidade de vida e proteção de ambientes rurais.

O programa é desenvolvido pela Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola com financiamento do Fundo Estadual de Recursos Hídricos para construir um diagnóstico e plano de saneamento rural para os 39 municípios que compõem a Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos do Rio Paraíba do Sul, no trecho paulista.

De acordo com a assessoria de imprensa de Potim, nesta primeira fase foram indicadas as necessidades reais das áreas mais afastadas da zona urbana. O diagnóstico feito pelos especialistas apontou que três bairros precisam passar por reestruturação: Fazenda Amarela, Soares e Água.

O levantamento está embasado em processos como captação da água (manancial, cacimba ou poços subterrâneos) e descarte irregular do esgoto (fossa, área aberta ou diretamente no Rio Paraíba do Sul).

O programa busca ainda levantar dados e analisar informações, por meio de oficinas participativas e visitas a campo. Através das oficinas, será possível que os moradores apontem suas visões acerca do saneamento nas comunidades.

A coordenadora técnico-científico do projeto, Karla Pereira, salientou que a participação das comunidades é essencial para que o investimento adequado consiga chegar até as áreas isoladas da RMVale. Cidades como Pindamonhangaba, Taubaté, Tremembé, Roseira, Aparecida e Lorena já receberam as oficinas participativas. Outros municípios como Cruzeiro, Canas e Lavrinhas ainda aguardam as ações.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?