Ministério Público suspende processo seletivo da saúde em Potim

Recomendação sobre adiamento de provas tem base nos cuidados contra o novo coronavírus; Prefeitura aguarda para contratar cinquenta agentes de endemias e comunitários de saúde

Sistema de atendimento de Potim aguarda contratações de agentes; MP pede suspenção de processo (Foto: Marcelo A. dos Santos)

Leandro Oliveira
Potim

O Ministério Público recomendou a suspensão do processo seletivo aberto pela Prefeitura de Potim. As provas seriam aplicadas no último domingo, mas a administração municipal acatou a recomendação, baseada nos riscos com a Covid-19 com a aglomeração para a realização da prova.

O Município projetava contratar cinquenta agentes de controle de endemias e agentes comunitários de saúde, o que reforçaria a equipe de atendimento em meio à crise com o novo coronavírus.

O Executivo se reuniu para discutir se acataria o pedido feito na última quinta-feira. A decisão apenas adia a realização do processo, destacado como importante pela secretária de Administração de Potim, Raphaela Abrantes. “O processo não pode ser cancelado, pois não tem nenhum questionamento sobre o processo. Foi suspensão para prevenção contra eventual contaminação do novo coronavírus. Não tem nenhuma outra questão levantada. O processo era apenas para a área da saúde e por volta de 45 a 50 pessoas seriam contratadas para trabalhar no combate à pandemia”, afirmou Raphaela.

De acordo com o setor, não há previsão de uma nova data para aplicação das provas. O Município aguarda os desdobramentos da quarentena, imposta através de decreto estadual no fim de março com previsão de encerramento para o próximo dia 7, mas com a possibilidade de extensão do prazo pelo Governo do Estado.

Questionada sobre reembolso dos valores pagos pelos candidatos, a secretária afirmou que o setor não trabalha com essa hipótese. “Não há nenhum problema com o processo seletivo. Ele está sem nenhum problema e houve apenas a suspensão da data da prova, que será realizada daqui um mês, dois meses”, concluiu.

De acordo com o edital do processo seletivo, o preço da taxa de inscrição era de R$ 54,25. Os salários são fixados em R$ 1,4 mil. As vagas seriam distribuídas nas unidades de saúde dos bairros Vista Alegre, Centro, Cidade Nova, Alvorada, Chácara Tropical e Vila Olivia.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?