Sem UTI, Piquete pede apoio à população após registrar avanço da Covid-19

Prefeitura monitora 102 moradores que podem estar infectados; Centro de Triagem da doença é implantado no Elefante Branco

Barracas montadas na quadra do Clube Elefante Branco; Piquete reforça pedido de conscientização (Foto: Reprodução PMP)

Da Redação
Piquete

Dois dias após iniciar o funcionamento do Centro de Triagem de Covid-19, a Prefeitura de Piquete registrou na tarde desta quinta-feira (18) o maior índice, desde o início da pandemia, de monitoramento de casos suspeitos da doença. Sem leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) na cidade, o Executivo fez um apelo na internet para que os moradores respeitem as medidas de isolamento social.

Publicada na página oficial da Prefeitura no Facebook, a nota revela que a secretaria de Saúde monitora a situação de 102 moradores suspeitos de terem sido contaminados pela Covid-19.  Entre eles, três estão internados em hospitais de cidades vizinhas.

Do montante, 45 já realizaram os testes de identificação da doença e aguardam os resultados. Já outros dez moradores, terão suas amostras de secreções respiratórias encaminhadas a um laboratório nos próximos dias.
Em contrapartida, outros 44 aguardam o prazo para testagem ou coleta de material.

Na publicação, o governo do prefeito Rômulo Kazimierz, o Rominho (PSDB), ressaltou a necessidade de a população cumprir as regras de proteção e de distanciamento social, evitando o avanço da doença na cidade. O comunicado alerta também que Piquete não possui leitos de UTI, sendo obrigada a encaminhar seus pacientes, em situação grave, para a Santa Casa de Lorena e outras unidades da região, procedimento que vem enfrentando dificuldade devido à superlotação dos hospitais.

De acordo com o mais recente boletim epidemiológico divulgado pela secretaria de Saúde, o município contabiliza 628 infectados pela Covid-19, sendo 14 mortos, 571 recuperados e 11 internados.

Buscando reforçar a estrutura de enfrentamento à pandemia, a Prefeitura iniciou na tarde da última terça-feira (16) o atendimento no Centro Municipal de Triagem da Covid-19, implantado na quadra do Clube Elefante Branco, que fica na região central da cidade.

Segundo Rominho, a medida busca aliviar a demanda de pacientes no Pronto Atendimento Municipal, que é a “porta de entrada” do setor da Saúde.

De acordo com o secretário de Saúde, Luiz Humberto Leite, no Centro de Triagem, que funciona diariamente das 8h às 17h, os moradores, que apresentam síndrome gripal ou sintomas da Covid-19, são submetidos aos exames de aferição de pressão arterial e temperatura, saturação (medição da taxa de oxigênio no sangue) e testes de identificação do novo coronavírus.

 

 

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?