Unidades de saúde de Pinda alteram consultas e desagradam grávidas

Com pandemia, unidades atendem somente suspeitos de coronavírus e dengue

Movimento em posto de Pindamonhangaba; mudanças prejudicam gestantes e geram novas reclamações (Foto: Arquivo Atos)

Bruna Silva
Pinda

Devido à pandemia do novo coronavírus, a secretaria de Saúde de Pindamonhangaba alterou os atendimentos nas unidades dos bairros, que passaram a atender somente casos suspeitos de dengue ou coronavírus. Os atendimentos de rotina, como consultas de acompanhamento de gravidez, foram alterados, o que desagradou mães que estavam habituadas a receber o auxílio médico.

De acordo com a autônoma, Eduarda Borba, 25 anos, moradora do Jardim Regina, sua consulta estava prevista para o fim de março, porém, devido a quarentena, não foi realizada. “Comecei a ligar uma semana antes, já estava tendo dificuldade em falar com o pessoal da Saúde da Mulher. Quando eles disseram que não ia ter consulta nessa data e iam me ligar quando desse (para realizar)”, comentou a grávida de nove meses.

Após muita insistência, ela afirmou que conseguiu marcar a consulta para esta quarta-feira (15). O mesmo é relatado pela moradora do bairro Vista Alegre, Stefane Souza Santos,de 28 anos, gestante Bruna Silva Pindamonhangaba de oito meses “A Prefeitura não entra em contato com a gente… E era ‘pra’ (eu) ter passado no médico no dia 31 de março, e cancelaram, falaram que iriam marcar de novo. Liguei lá, pegaram meu telefone e nada. Sexta-feira faço 37 semanas, tenho que fazer um último exame… queria marcar um ultrassom, fora que eu passei minha gestação inteira com infecção de urina e preciso ver se melhorou, ou seja, eu tenho que ter um acompanhamento, sim, pela infecção”, lamentou a jovem.

A Prefeitura informou que a cidade criou um fluxo de atendimento às gestantes com a equipe técnica, junto com uma médica e enfermeira para diminuir os riscos de contaminação às mulheres em início ou final da gestação. O município declarou que nenhuma gestante ficará sem atendimento, e que as consultas estão sendo realizadas por telemedicina. Em casos de dúvidas, as gestantes podem entrar em contato com a unidade de referência por telefone ou na secretaria de Saúde.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?