Pinda investe R$ 170 mil em armamento da Guarda Municipal

Processo para compra das armas e capacitação dos funcionários aguarda chegada de equipamentos

Guarda Civil de Cruzeiro; Pindamonhangaba investe em armamento da Guarda na cidade. (Foto: Marcelo A. dos Santos)

Bruna Silva
Pindamonhangaba

Com objetivo de dar mais segurança para a cidade e colaborar com as forças policiais, a secretaria de Segurança Pública de Pindamonhangaba tem dado continuidade no processo de armamento da Guarda Municipal. As armas foram compradas, recentemente, no valor de R$ 107 mil.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, José Sodário Viana, 39 guardas passaram no exame psicológico para receber o armamento e 14 foram aprovados, até o momento, na capacitação. A Prefeitura aguarda a aprovação dos outros 24 agentes. O processo de qualificação dos funcionários contou com diversas etapas como curso de cem horas, além do preparo teórico, prático e a compra dos equipamentos. Foram investidos R$ 8 mil para exames psicológicos e R$ 50 mil em curso de aptidão.

“A arma foi adquirida e a empresa que fornece, a Taurus, está colocando o brasão da cidade e a inscrição da GCM (Guarda Civil Metropolitana) nas armas. Dentro 15 a 20 dias receberemos se tudo ocorrer normal”, afirmou Sodário.

Além do recebimento do armamento e aprovação dos agentes, o Município aguarda também a concessão do porte de arma aos guardas pela Polícia Federal, o processo segue em análise de documentação individual. A Guarda Civil Metropolitana tem como missão proteger serviços, bens e instalações municipais, e também colabora com fiscalização de infrações de trânsito e apoia as ações de Posturas. Os guardas poderão também efetuar prisão em flagrante delito, como qualquer pessoa que presencie um crime, explicou o secretário.

A Guarda possui um canil com cão devidamente treinado para ações como apreensão de drogas, segundo a secretaria de Segurança Pública o animal já foi emprestado para a Policia Civil como auxílio de investigação. Ainda não há prazo definido para que o processo de adequação para o armamento seja finalizado, mas a Prefeitura estima que “seja o mais breve possível”.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?