Pinda anuncia restauro das igrejas Matriz e São José

Reformas em prédios destaque do turismo religioso da cidade marcam o início das comemorações do Bicentenário da Independência; investimento superior a R$ 625 mil

 

Projeto de restauração atende igreja de São José (Foto) na cidade de Pinda; atividades integram comemorações do Bicentenário da Independência (Foto: Bruna Silva)

Bruna Silva
Pindamonhangaba

Integrando as comemorações do Bicentenário da Independência, a Prefeitura de Pindamonhangaba anunciou o restauro das igrejas Matriz e São José. As melhorias serão feitas de maneira emergencial para evitar agravamento dos danos.

Segundo o cronograma, a Igreja de São José, no Centro, receberá preservação da edificação até junho desse ano. O histórico templo religioso, que abriga os restos mortais dos membros pindamonhangabenses da Guarda de Honra de Dom Pedro, deve ainda receber esforços da Mitra Diocesana para uma possível reabertura após as atividades de restauro. Nesta ação, a Prefeitura investirá mais de R$ 325 mil.

Ainda no último ano, uma ação civil pública, movida pelo Ministério Público, apontou a necessidade da restauração interna e externa. A decisão do juiz Luís Fonseca determinou o reparo emergencial do templo, “evitando perecimento do patrimônio histórico e cultural, com execução dos serviços básicos de remoção de vegetação nas trincas, reparo no sistema de calhas para evitar infiltrações, manutenção no forro da igreja, entre outras ações visando a preservação (trecho do despacho)”.

A Igreja Matriz de Nossa Senhora do Bom Sucesso, um dos templos religiosos mais antigos da cidade, receberá investimento dos poderes Executivo e Legislativo para o reforço na área posterior. As atividades deverão custar cerca de R$ 300 mil.

O responsável pela Matriz, padre Kleber Rodrigues, afirmou que a ação mantém em destaque o bom relacionamento com a Prefeitura, a fim de que melhorias para a cidade sejam garantidas. Ele relatou ainda almeja a reabertura da Igreja de São José para missa e por isso que continuará trabalhando.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?