Para agilizar atendimentos, Pinda entrega duzentos tablets aos agentes de saúde

Materiais devem ser entregues aos agentes de saúde e pela equipe de controle de vetores; expectativa é que estejam em uso no próximo mês

Tablets entregues para agentes comunitários de saúde de Pinda; reforço na Saúde (Foto: Divulgação PMP)

Bruna Silva
Pindamonhangaba 

Com foco em agilizar os atendimentos e trabalho da secretaria de Saúde, Pindamonhangaba passou a entregar, nesta semana, os duzentos tablets adquiridos para a utilização dos agentes comunitários de saúde e pela equipe de controle de vetores.

O planejamento do município prevê entrega de tablets para todas as unidades de saúde. A secretaria de Saúde, Valéria dos Santos, explicou que desta forma os trabalhadores da pasta terão em mãos todas as informações dos pacientes e da região em que moram. “Dados como estatística, dados interligados ao IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mapa da região onde realiza o atendimento, cadastro com dados sobre saneamento, epidemiológicos e atendimento em geral do paciente”, completou.

A primeira unidade a receber o equipamento foi a UBS (Unidade Básica de Saúde) Nelson Naresi, no Jardim Bela Vista. A expectativa do Município é que com a inovação ocorra melhor atendimento, redirecionamento de recursos e utilizar de maneira mais eficiente a plataforma e-SUS.

Com os novos tablets, é esperado ainda que haja a minimização do uso de papel, o que pode gerar economia, a longo prazo. De acordo com a Prefeitura, os tablets terão acesso à internet para facilitar a funcionalidade aos usuários. Haverá também um treinamento para que saibam e aprendam a lidar com a tecnologia, a previsão é que os computadores portáteis estejam em pleno uso no início de 2021.

Os agentes comunitários de saúde trabalham com contato direto com a população, realizando visitas às residências e apoiando as ações das unidades Estratégicas de Saúde da Família. A equipe de controle de vetores atua na orientação e vistoria nas casas, com trabalhos como o combate aos criadouros do mosquito Aedes aegypt.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?