Novas unidades prometem aliviar a demanda da educação infantil em Pinda

Bairros como Alto Cardoso, Santana e Cidade Nova passam a receber unidades de ensino; cidade tem cerca de mil crianças na lista de espera

Área destinada para desafogar demanda na educação infantil; três bairros em Pinda são contemplados com novas unidades (Foto: Bruna Silva)

Bruna Silva
Pindamonhangaba

Como meio de expandir o acesso aos Cmei’s (Centros Municipais de Educação Infantil), a Prefeitura de Pindamonhangaba anunciou novas unidades. Desta vez, bairros como Cidade Nova, Alto Cardoso e Santana serão contemplados.

Segundo dados da secretaria de Educação, há cerca de mil crianças na lista de espera por uma vaga na rede municipal. A expectativa é mais duas unidades sejam entregues à população ainda no segundo semestre de 2022, no Araretama e Crispim. Ao todo, o Município investe aproximadamente 3,6 milhões nas obras dos Cmei’s.

O foco está em zerar a fila de espera para as creches municipais. Até 2023, a cidade espera entregar sete unidades. Com a aquisição da nova sede da pasta, foi viabilizada a implantação de Cmei’s no Cidade Nova, Alto Cardoso e Santana. A sede deixará o antigo Colégio Comercial João Romeiro e passará a atender na rua General Júlio Salgado, no Santana. Dessa forma, o espaço da administração da secretaria de Educação contará com três mil metros quadrados de área construída, possibilitando que toda a gestão fique num só complexo.

O local abrigará também um novo centro de educação infantil. O prédio no Alto Cardoso, atualmente recebe suplementos de merenda, mas o material será transferido para a nova sede, abrindo assim a oportunidade de um novo centro educacional.

A Educação avalia ainda a abertura ou ampliação de vagas em creches, como no Cidade Jardim que deve ter expansão no próximo ano. “Temos a escola Alexandrina que será utilizada como nova sede da escola municipal Ângelo Paz e o prédio da Ângelo Paz abrigará a Cmei Dr. Francisco Lessa Júnior ampliando o número de vagas, após reforma e adaptações”, enfatizou a secretária Luciana Ferreira.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?