Furtos levam Prefeitura a reforçar segurança no cemitério de Pinda

Criminosos roubam placas dos túmulos; sepultura de Thomaz Alckmin é danificada

Cemitérios passaram a ser alvos de criminosos em Pinda; Prefeitura intensifica segurança após roubo em túmulo do filho de governador (Foto: Arquivo Atos)
Cemitérios passaram a ser alvos de criminosos em Pinda; Prefeitura intensifica segurança após roubo em túmulo do filho de governador (Foto: Arquivo Atos)

Lucas Barbosa
Pindamonhangaba

Após uma onda de furtos no cemitério municipal de Pindamonhangaba, a Prefeitura anunciou na última segunda-feira que reforçará a segurança no local. Um dos túmulos que teve a placa de identificação levada pelos bandidos foi o do filho do governador Geraldo Alckmin (PSDB), Thomaz Alckmin.

Como se já não bastasse a violência que afeta o cotidiano de milhões de brasileiros, nem mesmo os mortos estão podendo ter o privilégio de descansarem em paz. No início do mês, a secretaria de Segurança Pública do Estado determinou a realização de um levantamento, que ainda não foi concluído, para apurar o número de furtos e violações cometidos contra túmulos nos cemitérios públicos de São Paulo.

Em Pindamonhangaba, a situação é alarmante já que desde o início do ano uma das alas do cemitério teve pelo menos 15 jazigos danificados. Os criminosos furtam as placas de identificação e de homenagem aos mortos, geralmente feitas em cobre e bronze.

Uma das placas de bronze, alvo dos bandidos, foi a de Thomaz Alckmin, que morreu em abril de 2015 após a queda de um helicóptero em Carapicuiba, na Grande São Paulo.

Medidas – Em nota oficial, a Prefeitura informou que adotou uma série de ações para inibir a ação dos criminosos. Além de colocar arame farpado nos muros, haverá um reforço nas rondas da Guarda Municipal com bicicleta durante o dia e com uma viatura à noite.

“É importante que a população faça o registro dos furtos para auxiliar as investigações das autoridades, tendo em vista que após um levantamento sobre registros dos últimos cinco anos, não havia até a manhã desta terça-feira nenhuma notificação oficial de furtos no local”.

A Polícia Civil informou que não tem conhecimento dos casos e reforçou a necessidade de registro de ocorrências, por parte dos proprietários dos túmulos.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?