Recorde de mortes em 24 horas amplia números de Lorena, que chega a 22 em nove dias

Vítimas da última terça-feira eram seis idosos e um homem de 29 anos; cidade avanço de óbitos e alto índice de ocupação de leitos

Leitos para tratamento da Covid-19, na Santa Casa de Lorena; cidade tem números preocupantes (Foto: Arquivo Atos)

Lucas Barbosa
Lorena 

Lorena tem sido destaque negativo nos últimos boletins epidemiológicos sobre a Covid-19. O município registrou na última terça-feira (6) sete mortes causadas pelo novo coronavírus, atingindo seu recorde diário de vítimas fatais da doença. Com outros dois óbitos na quarta-feira (7), a cidade contabilizou 22 vítimas fatais em nove dias.

Publicado no site oficial da Prefeitura, o boletim da secretaria de Saúde revelou que Lorena teve 128 moradores mortos pela pandemia até a tarde da desta quarta-feira. No dia com o maior número (terça-feira) o montante superava em sete o índice informado do dia anterior, quando até então a cidade totalizava 119 óbitos.

Procurado pela reportagem do Jornal Atos, o Executivo informou que entre as novas vítimas fatais da pandemia, cinco eram homens e duas mulheres. Entre o primeiro grupo, formado por quatro idosos e um jovem, as idades dos pacientes eram de 29, 64, 74, 83 e 84 anos. As mulheres tinham 63 e 84 anos.

Apesar de questionada, a gestão municipal não revelou se as novas vítimas sofriam de comorbidades.

Gerando ainda mais preocupação na população e autoridades de Saúde, Lorena teve 22 mortes pela doença entre os dias 30 e 7, representando um aumento de 18%, saindo de 106 para os atuais 128.

Segundo o mais recente boletim epidemiológico, o município acumula desde o início da pandemia 4.567 contaminados pelo novo coronavírus, com 4.362 recuperados. Entre os 73 internados, 32 estão em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 41 em enfermaria.

Em relação à taxa de ocupação de leitos de UTI, a Santa Casa registra o índice de 104%, com 24 internados e o hospital particular Unimed 160%, com oito pacientes. Em contrapartida, as enfermarias dos hospitais ainda possuem vagas. Enquanto a Santa Casa tem uma taxa de ocupação de leitos clínicos de 89%, abrigando 34 pessoas, a da unidade privada é de 70%, tratando sete pacientes no momento.

Região – Assim como Lorena, a RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte) também registrou uma terça-feira de recortes em mortes. Em 24 horas, a região registrou 58 óbitos em decorrência de complicações da doença.

Até então, o dia com mais vítimas fatais registradas na pandemia era 29 de março, quando 51 pessoas perderam a vida.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?