Parque Científico e Tecnológico da Unifatea completa um ano e comemora parcerias

Espaço projeta avanço para novos negócios; Centro Tecnológico da Unesp espera verba para construção de sede em Guará

Evento realizado para comemorar aniversário do Parque Tecnológico no Unifatea; iniciativa promove autonomia de alunos (Foto: Thamiris Silva)

Andréa Moroni
Thamiris Silva
RM Vale

O Unifatea (Centro Universitário Teresa D’Ávila) celebrou, na última quinta-feira (8), o primeiro ano do programa Parque Científico e Tecnológico. O evento contou com uma conferência internacional e a inauguração do Espaço Empresarial Yassuo Imai, que abriga um acervo do professor e consultor, referência em gestão da qualidade no país.

Estiveram presentes mais de trinta parceiros, entre empresas privadas e setor público, prefeitos e secretários municipais da região. Participaram representantes de Cruzeiro, Cachoeira Paulista, Lorena, Cunha, Guaratinguetá, Roseira. A Acial (Associação Comercial e Industrial de Lorena) foi representada pelo seu presidente, Ulisses Fukuda.

A proposta do Parque Tecnológico é reunir ciência, tecnologia e inovação em ambientes sinérgicos, impulsionados por pesquisas, experiências e know-how especializado já gerado pela instituição, que possui quase setenta anos de atuação no município.

O empresário e co-worker (parceiro de negócios) do Parque Unifatea, Bruno Gaetta, esteve no evento e falou sobre a sua experiência com o Parque Tecnológico. “Eu conheci o projeto da Unifatea quando estava procurando um lugar para me instalar. Achei a proposta muito interessante e até agora tem sido muito positivo. Nós estamos conversando e fechando algumas parcerias”.

O empresário acredita que o centro tem um potencial muito grande, inclusive de envolvimento com os alunos. “Meu trabalho é muito voltado para comportamento, liderança e eu estou analisando o que é possível fazer em parceria com os alunos”, destacou Gaetta, que atua na orientação de empresários que estão em busca de novas metas.

Durante o evento, foi anunciada a parceria com o Sebrae, por meio do escritório regional em Guaratinguetá, que vai instalar uma unidade dentro do Parque Tecnológico.

Guará – A Unesp de Guaratinguetá deu início, em agosto do ano, a implantação de um Centro de Inovação Tecnológico, que vai funcionar dentro do próprio campus. A unidade foi credenciada junto à secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico.

O projeto tem como objetivo gerar emprego, renda e avanços tecnológicos para a cidade de Guaratinguetá. Com o credenciamento, a iniciativa poderá ser aprimorada e receber investimentos até ser colocada em prática.

O espaço, que será construído com verba do Estado, será usado para o desenvolvimento de pesquisas de estudantes, professores e pesquisadores, e instalação de startups. “Nós estamos aguardando a liberação da verba da Secretaria de Desenvolvimento Econômico para a construção do espaço físico, o que deve acontecer após as eleições”, explicou o diretor da Unesp Guaratinguetá, professor doutor José Alexandre Matelli.

Segundo o diretor, o grupo do Centro Tecnológico tem visitado empresas da região em busca de parcerias. “Nós já estamos conversando com a Maxion de Cruzeiro e a Liebherr e eles já mostraram interesse nessa parceria. A ideia é que as empresas usem o local como um centro de pesquisa de inovação terceirizado”.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?