Lorena retoma construção do Centro de Apoio ao Idoso

Obra foi paralisada há quase um ano e meio; expectativa de conclusão do espaço para atendimento até novembro

Funcionários da Prefeitura de Lorena em obra da construção de Centro de Idosos, paralisada em 2015 (Foto: Lucas Barbosa)
Funcionários da Prefeitura de Lorena em obra da construção de Centro de Idosos, paralisada em 2015 (Foto: Lucas Barbosa)

Lucas Barbosa
Lorena

A obra de construção do Centro de Apoio do Idoso de Lorena foi retomada na última terça-feira. A expectativa da Prefeitura é que o prédio, localizado no Vila Hepacaré, seja concluído até novembro, após paralisação de quase 18 meses.

Iniciada no primeiro semestre de 2014, a construção do Centro de Apoio ao Idoso conta com um investimento de quase R$ 1 milhão, sendo 80% aplicado pelo Governo do Federal e o restante pelo Município.

De acordo com o secretário de Obras e Planejamento Urbano, Marcos Anjos, a edificação foi paralisada no fim de 2015, após o cancelamento do contrato com a empresa, Lilian Pedreira Arquitetura e Construção, que não estava conseguindo cumprir o serviço dentro do prazo estabelecido em contrato.

O chefe da pasta justificou a demora na retomada da construção. “Já que houve um problema com a primeira empresa, tivemos que encaminhar um novo projeto à Caixa Econômica Federal. Então estávamos aguardando eles liberarem a apresentação da reprogramação da obra. Nossa expectativa é que a nova empresa, R. Nhocanse Junior Eireli, conclua o prédio em até quatro meses”.

Além de revelar que faltam somente 10% do serviço para que a edificação seja concluída, o chefe da pasta ressaltou a importância do Centro de Apoio do Idoso. “Nossos moradores da ‘melhor idade’ contarão com um local totalmente estruturado e  bem aparelhado para participarem de diversas atividades, que buscarão elevar sua qualidade de vida”.

Números – De acordo com o Censo 2010, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontou que entre os 82.537 habitantes de Lorena, 8,42% têm mais de sessenta anos.

A cidade possui, além da rede socioassistencial, um Centro de Atendimento a Melhor Idade e programas da secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, que atendem cerca de 120 idosos por meio de atividades recreativas e culturais.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?