Famílias ficam desalojadas após vendaval em Lorena

Telhado de igreja atinge três casas no Novo Horizonte; transtornos são registrados em diversos bairros

Casa atingida pela estrutura metálica do telhado de uma igreja no Novo Horizonte, em Lorena; chuva castigou outros pontos da cidade no último domingo (Foto: Lucas Barbosa)
Casa atingida pela estrutura metálica do telhado de uma igreja no Novo Horizonte, em Lorena; chuva castigou outros pontos da cidade no último domingo (Foto: Lucas Barbosa)

Lucas Barbosa
Lorena

A Defesa Civil de Lorena interditou, na manhã desta segunda-feira, três casas do Novo Horizonte, danificadas após uma pancada de chuva, acompanhada de fortes ventos, que atingiu o município no último domingo. Os imóveis foram afetados pela queda da estrutura metálica do telhado do salão de uma igreja católica, obrigando as famílias a deixarem o local.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Lorena, Robson Dias, por volta das 16h do último domingo, três famílias da rua Moacir Margarida Lacerda, no Novo Horizonte, foram surpreendidas pela queda de pedaços do telhado do galpão da igreja Nossa Senhora Aparecida e Santo Expedito.

Além de dois carros danificados, o incidente ocasionou o comprometimento parcial dos telhados das casas e o aparecimento de rachaduras no imóvel vizinho ao galpão. “Não tivemos nenhum ferido nessa ocorrência, somente prejuízos materiais. Para evitar novos problemas, as famílias foram retiradas e encaminhadas para as casas de parentes. Ainda nessa segunda-feira, retiraremos as partes do telhado do galpão que caíram sobre as três residências”.

O policial militar Evandro Moreira, 23 anos, criticou a postura da administração da igreja Nossa Senhora Aparecida e Santo Expedito. “O engenheiro da Prefeitura me disse no domingo que o telhado não tinha a estrutura adequada, então por essa falha e negligência por parte da Igreja, enxergo esse caso como uma tentativa de homicídio. Minha mãe e meu pai ficaram aterrorizados e o meu irmão praticamente perdeu o seu carro novo. Estamos com medo da casa ter que ser demolida”, lamentou.

Carros danificados após chuva do último domingo, em Lorena (Foto: Reprodução)
Carros danificados após chuva do último domingo, em Lorena (Foto: Reprodução)

A Defesa Civil não confirmou se realmente a estrutura metálica estava colocada de forma inadequada, mas aguarda os laudos técnicos do setor de Engenharia da Prefeitura.

O padre responsável pela igreja Nossa Senhora Aparecida e Santo Expedito, Marcos Roberto Pereira, negou-se a dar um posicionamento sobre o caso para a reportagem do Jornal Atos.

Mais transtornos – Além do Novo Horizonte, a chuva ocasionou problemas em outros pontos do município.
Segundo a Defesa Civil, parte do telhado de uma academia no Vila Nunes também foi danificada. Também foram registradas as quedas de dez árvores em diferentes pontos da cidade. “De novembro ao final de março é o período que requer uma maior preocupação devido às fortes chuvas. A população pode ter certeza que Lorena está preparada para lidar com as adversidades e minimizar qualquer transtorno, já que contamos com um planejamento bem feito através do Plano Preventivo de Combate às Enchentes”, finalizou o coordenador da Defesa Civil de Lorena, Robson Dias.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?