Contemplado com “Viver Melhor”, Residencial Otto Ude tem investimentos de até R$ 15 mil por casa em Lorena

Ações de melhorias internas e externas das residências beneficiam trecho em fase final de regularização fundiária por meio do Cidade Legal

Uma das vias do Otto Ude, núcleo contemplado pelo programa estadual de recuperação de imóveis (Foto: Gabriel Mota)

Gabriel Mota
Lorena

Em uma ação com foco na melhoria das condições de habitação de quem passa por um processo de regularização fundiária, a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) contemplará Lorena com o programa Viver Melhor. Quarenta casas do núcleo Otto Ude, do conjunto Santa Terezinha, receberão investimentos de até R$ 15 mil cada uma.

O programa foi criado em 2021 e atende famílias com renda salarial de até cinco salários mínimos que estejam morando em locais cujas condições são consideradas inadequadas. As ações envolvem melhorias internas e externas como cobertura, alvenaria, revestimento, piso, pintura e até instalação elétrica. A complexidade de cada residência definirá o valor a ser investido em cada uma delas e o tempo empregado. Mas o orçamento define aplicações de até R$ 15 mil por casa.

A assistente social da secretaria de Obras e Planejamento Urbano de Lorena, Benilda Leal Bonifácio, explicou que esse processo consiste em três etapas feitas por equipes da CDHU. “Eles vêm e fazem a vistoria no local para a avaliar a moradia, fazem a coleta de assinatura do morador no termo de adesão e a terceira fase é a execução das obras de melhoria”.

Os critérios para a escolha das regiões contempladas envolvem a regularização fundiária total ou parcial do núcleo em questão, pelo programa estadual Cidade Legal. Todas as quarenta casas do Otto Ude podem passar pelas obras, dependendo da avaliação dos técnicos.

Ainda não há uma data para o início das intervenções. O projeto ainda está em fase documental. “A gente acredita que não demore muito, já foi indicado o núcleo que seria, já estivemos na área com a equipe técnica” afirmou Benilda.

A expectativa da Prefeitura é de que outros núcleos que passam pelo programa de regularização do Estado sejam contemplados em breve, mas ainda não há nada concreto quanto à definição do próximo local.

Regularização do Otto Ude – O residencial, próximo à rodoviária de Lorena, foi incluído no Cidade Legal em 2021. Agora, segundo a assistente social da secretaria de Obras e Planejamento Urbano de Lorena, já está na fase final, também sem a previsão de um prazo exato para a entrega das escrituras.

O trecho que envolve as três ruas era irregular pois as construções ocorreram sobre uma APP (Área de Preservação Permanente), ainda na gestão do ex-prefeito Aloísio Vieira (PTB). Em 2015, a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) classificou o Otto Ude como “área reabilitada”.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?