Santuário de Frei Galvão projeta entrega de primeira fase de novo espaço com festa em outubro

Projeção da administração do centro católico é ampliar estrutura para atender fiéis; planos contam com doações para conclusão da área

Coletiva de imprensa no Santuário Frei Galvão; franciscanos projetam entregar primeira fase de obras em outubro (Foto: Fabiana Cugolo)

Fabiana Cugolo
Guaratinguetá

Durante coletiva de imprensa na última terça-feira (21), no Santuário de Frei Galvão, em Guaratinguetá, foram atualizadas informações sobre o andamento das obras de construção do novo Santuário e festividades para o mês de outubro, período em que é celebrado o dia de Frei Galvão. A entrevista contou com a presença do reitor do local, frei Diego Melo, e do diretor de políticas públicas da Fundação SOS Mata Atlântica, instituição parceira do Santuário, Mario Mantovani. A administração da igreja projeta a entrega de uma das fases da construção para o dia 25 de outubro, dia dedicado ao primeiro santo brasileiro da Igreja Católica.

Com liberação de atividades específicas e capacidade total de público permitida pelo Estado de São Paulo, o Santuário de Frei Galvão realizará a novena dedicada ao santo. As celebrações, porém, por preferência da gestão dos franciscanos, terão capacidade de 80% de público dentro da igreja, com objetivo de evitar aglomerações por conta da Covid-19. A parte externa do Santuário contará com tendas e telão, para que um maior número de visitantes acompanhe as celebrações.

No último dia da Festa de Frei Galvão, a programação inclui uma missa às 9h. A celebração será marcada pela inauguração da Alameda de Frei Galvão, local na parte externa da igreja, próximo a estátua do santo, onde estão sendo realizadas obras de pavimentação. “Nós faremos a inauguração desta primeira etapa, a etapa ‘Laudato Sì’ (Louvado sejas, em latim). Dentro desta etapa faremos a inauguração da Alameda, um espaço de visitação, de oração e de procissão para quem vem visitar o Santuário”, explicou o reitor, frei Diego Melo. “A partir do dia 25 de outubro, os peregrinos que aqui chegam, não terão somente este espaço (a atual igreja) para visitar. Eles terão toda a alameda para percorrer, rezarem diante da imagem abençoada pelo Papa Francisco, fazerem belíssimas fotos e conhecerem o terreno do Novo Santuário”, destacou.

A primeira etapa das obras, que tem previsão de entrega no próximo mês, consiste em drenagem, terraplanagem preliminar, cercamento de toda a área do local de 96 mil metros quadrados, a construção da alameda, e o plantio de árvores junto à Fundação SOS Mata Atlântica. Ainda de acordo com informações do Santuário, somente o plantio das árvores não estará completo até outubro, pois a ação aguarda o período de chuvas.

A pavimentação da área da igreja continua. Segundo frei Diego Melo, os franciscanos optaram pelo uso de bloquetes, pelo compromisso do Santuário com o meio ambiente e com a ecologia, já que com este material, ao contrário do asfalto, é possível a irrigação do solo. O Santuário de Frei Galvão conta com o auxílio de doações para a compra de 175,5 mil blocos necessários para a conclusão da pavimentação.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?