Marcus Soliva confirma contratação de empresa de consultoria em administração

Conam deve atuar em diversos setores; valor total do investimento pode chegar a R$ 336 mil

O prefeito de Guaratinguetá, Marcus Soliva, que anunciou contratação de empresa para reforçar gestão (Foto: Arquivo Atos)
O prefeito de Guará, Marcus Soliva, que anunciou contratação de empresa para reforçar gestão (Foto: Arquivo Atos)

Leandro Oliveira
Guaratinguetá

A empresa Conam, que presta consultoria e assessoria a administrações municipais, foi contratada pela Prefeitura de Guaratinguetá para prestação de serviço por 12 meses. O investimento total será de R$330 mil, valor confirmado pelo prefeito Marcus Soliva (PSB).
Em entrevista ao Jornal Atos, o prefeito afirmou que a empresa já havia prestado serviços a administração do município em 2016 e foi contratada para prestar auxílio aos secretários e ao chefe do Executivo. A atuação da empresa será em diversas áreas, incluindo a assistência financeira e elaboração de projetos e licitações.

A Conam vai atuar nas áreas de planejamento e governança, que compreendem os setores de programação orçamentária, análise financeira, contabilidade, orçamento, diretrizes orçamentárias, plano plurianual, recursos humanos e previdência, organização administrativa, serviços públicos, compras governamentais, licitações, compras, bens patrimoniais, tributos, terceiro setor e transparência de atos municipais. “Essas orientações são importantes para que a gente trabalhe dentro dos preceitos da lei, seguindo aquilo que é correto, inclusive na parte tributária e fiscal, onde a Conam apresenta os relatórios dizendo se os repasses de tributos estaduais e federais estão dentro daquilo que é correto, do que é repassado pelo governo”, afirmou o prefeito.

O investimento mensal será entre R$ 27 mil e R$28 mil, que pode levar a conta anual a R$ 336 mil. O contrato assinado em 2016 foi de quase R$ 300 mil.

Soliva afirmou que o valor de investimento em 2019 está dentro do almejado pelo Executivo. O prefeito foi questionado sobre como será a relação da atuação da empresa, contratada para efetuar um trabalho técnico na administração municipal com os secretários municipais políticos.
“Nós temos uma administração com um grupo bem mais reduzido do que foram administrações passadas. Antes eram quase quatrocentos cargos de confiança. Hoje são 55. Temos que imaginar que é difícil administrar todo esse conjunto de secretarias, um orçamento acima de R$ 300 milhões, sem um suporte técnico. A maioria dos secretários não tinha uma grande vivência na administração pública e a gente precisa ir aprendendo para não cometer erros e gerir melhor o dinheiro público”, concluiu.
Licitação – O prefeito foi indagado sobre a atuação da Conam na elaboração de licitações, e confirmou que a contratação pode reduzir falhas em processos licitatórios.

Dentre os processos que foram impugnados está o da zona azul. Suspenso desde fevereiro, o certame será reaberto na próxima semana, confirmou Soliva.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?