Manthiqueira entra na reta final para a “segundona”

Laranja estreia em 11 dias e aguarda a confirmação de primeiros jogadores pela Federação

Jogadores do Manthiqueira participam de avaliação técnica no gramado, antes do treinamento em preparação para o Campeonato da Série B (Arquivo Atos)
Jogadores do Manthiqueira participam de avaliação técnica no gramado, antes do treinamento em preparação para o Campeonato da Série B (Arquivo Atos)

Da Redação
Guaratinguetá

A temporada ainda não começou, mas o Manthiqueira já sabe que a missão de conquistar o primeiro acesso de sua história ficou um pouco mais difícil. O time, que se apresentou na última semana, vai estrear na Série B do Campeonato Paulista no próximo dia 16, em Guaratinguetá. Ainda sem atletas liberados pela Federação Paulista de Futebol, a Laranja Mecânica tentará pela sexta vez chegar à Série A-3.
Sair da última divisão de São Paulo é uma missão que o Manthiqueira tenta cumprir desde 2011. A equipe bateu na trave no último ano e ficou pelo caminho na fase final da competição. Até o ano passado, quatro clubes conquistavam o acesso para a Série A-3. Mas, a partir deste ano, a FPF alterou o regulamento e apenas dois dos 32 times participantes vão subir.
No Grupo 4, o Manthiqueira terá pela frente adversários conhecidos dos últimos anos. Atlético Mogi, União Mogi, EC São Bernardo, Guarulhos, Jabaquara, Portuguesa Santista e Mauaense estiveram no caminho da Laranja em 2015. Neste ano, os rivais estão montando elencos tão competitivos como no ano passado. Por exemplo, o São Bernardo, que também bateu na trave pelo acesso, manteve a mesma base. A Portuguesa Santista vai jogar com atletas e comissão técnica das categorias de base do Santos.
Por sua vez, o Manthiqueira também pensa em manter o grupo de jogadores do ano passado. Ainda sem nenhum jogador contratado oficialmente segundo a FPF, a Laranja pode ter o retorno de Roberson, que está defendendo o Vila Nova, na primeira divisão mineira. “O momento não é de contratar novos reforços. Quero manter a base do ano passado. Neste ano, são só duas vagas para o acesso, e temos que montar um elenco forte para conseguir subir”, contou Dado de Oliveira.
As dívidas acumuladas em 2015 também pesam para a formação de um novo elenco. De acordo com Dado, os valores beiravam R$ 1 milhão. Por esse motivo, a expectativa é de que o time mescle a experiência de atletas usados na última temporada e a juventude de novas promessas da base. A diretoria laranja está trabalhando para sanar os déficits acumulados. “Temos que priorizar as nossas contas para começar o campeonato mais leve. É necessário montar um time forte para disputar o Paulista, e eu avalio que esse grupo fez um excelente trabalho e pode nos ajudar nesta temporada”.
O Manthiqueira abre a competição no próximo dia 16, sábado, quando recebe o União Mogi no Estádio “Professor Dario Rodrigues Leite”, em Guaratinguetá, às 15h. A expectativa é de que os primeiros nomes confirmados de jogadores do Manthiqueira apareçam no Boletim Informativo Diário da CBF ainda nesta semana. A FPF só permite a inscrição de cinco jogadores com idade que ultrapassam os 23 anos para a disputa da Série B estadual.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?