Guará espera reabrir licitação do transporte público nesta semana

Passageiro aguarda para embarcar em ônibus do TUG; processo de licitação deve ser retomado nesta semana, após pedido de impugnação (Foto: Arquivo Atos)
Passageiro aguarda para embarcar em ônibus do TUG; processo de licitação deve ser retomado nesta semana, após pedido de impugnação (Foto: Arquivo Atos)

Publicação no Diário Oficial confirma retomada do certame após pedido de impugnação

Leandro Oliveira
Guaratinguetá

A licitação do transporte público de Guaratinguetá será reaberta até a próxima semana. O edital foi publicado em novembro do ano passado, mas em dezembro, a empresa São José, que opera parte da malha rodoviária do município, entrou com pedido de impugnação do certame. Desde os apontamentos, o Executivo trabalha na adequação do documento, que será aberto novamente nos próximos dias. A publicação no Diário Oficial do Município deve ocorrer já na segunda-feira.

Nesta semana, uma informação extraoficial confirmou que a reabertura do certame será publicada no Diário Oficial do Município. Se confirmada, a empresa vencedora da licitação será conhecida em fevereiro.

Secretário de Segurança e Mobilidade Urbana de Guaratinguetá, Marco Antônio de Oliveira, o ‘Major Oliveira’, explicou quais foram as ações do Executivo quanto aos apontamentos feitos e deu um prazo de sessenta dias para o anúncio da empresa vencedora do certame. Ainda segundo o secretário, visitas técnicas foram feitas à rodoviária de Guaratinguetá por algumas empresas que demonstraram interesse na licitação. “Já houve uma verificação inicial. Nossa pretensão, de acordo com o prefeito, é verificarmos pontos ligados a comodidade e segurança do usuário do transporte. Estamos deixando o edital da forma mais completa possível. Foram alguns quesitos apresentados, e nós estamos verificando a adequação e complementação de outros, para termos ainda em janeiro a publicação do edital”, detalhou o secretário, em entrevista ao Jornal Atos.

Após o pedido de impugnação, feito no fim de dezembro, ficou uma dúvida sobre um possível grande atraso no andamento da licitação. Para o Oliveira, o certame não foi comprometido. “Foi dada continuidade no processo, principalmente nas visitas técnicas. As empresas compareceram. Não é um serviço perdido, até mesmo na questão da continuidade do processo licitatório”, afirmou o secretário, que ainda confirmou que as interessadas na licitação conheceram os itinerários e linhas de ônibus do município.

Publicado em janeiro, o certame pode ser concluído em fevereiro caso não ocorra nenhum outro pedido de impugnação. O prazo para que alguma empresa proteste após o resultado da concorrência é de trinta dias.

O contrato terá duração de 15 anos e poderá ser renovado por mais cinco. Atualmente, as empresas São José e Oceano operam as linhas da malha rodoviária do município. A licitação prevê que apenas uma empresa seja responsável pelas quarenta linhas do transporte coletivo.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?