Em ato na Câmara, representantes do futebol amador de Guará reivindicam melhorias à modalidade

Grupo ligado à Afag protocola pedido na sessão da segunda-feira por maior apoio financeiro e liberação de áreas esportivas

Representantes do futebol amador de Guará vão à Câmara cobrar apoio para uso de espaços e estrutura (Foto: Fabiana Cugolo)

Fabiana Cugolo
Guaratinguetá

Representantes de 16 clubes do futebol amador de Guaratinguetá estiveram na última segunda-feira (26), na Câmara, para um ato reivindicando melhorias para a modalidade. Liderados pelo presidente da Afag (Associação dos Clubes de Guaratinguetá), Gil Willian Serapião, a principal demanda das equipes foca a infraestrutura do esporte amador na cidade.

Destacando os principais problemas que o futebol amador enfrenta atualmente e os pontos que necessitam de melhorias, o pedido com as assinaturas dos representantes dos clubes foi entregue ao presidente da Câmara, Arilson Santos (PSC). “A nossa principal reivindicação é a questão da infraestrutura, que são os campos, que estão em situação precária. Não temos condições mínimas de estar usando os campos. Falta documentação e até mesmo a parte de segurança”, frisou Serapião. “Estamos protocolando nossas reivindicações para que elas sejam ouvidas e a gente consiga ter sucesso, para não precisar ficar cancelando rodadas do campeonato amador”, completou.

No abaixo-assinado entregue à Câmara, campos que necessitam de melhorias foram citados, como, Chico Vaz e campo do Pedregulho, a necessidade de uma ambulância durante a realização dos jogos. Representante do Chubazianos FC, atual campeão da primeira divisão da Copa da Amizade, campeonato que dá acesso à disputa do Campeonato Amador em Guará, Paulo Barbosa salientou a necessidade de mais repasses financeiros à categoria. “Nós também estamos pleiteando para que aumente a verba para o amador, para entrar na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) agora no fim do ano, passando pela Câmara, para cogitar o próximo ano”, apontou.

Atualmente, o futebol amador do município conta quarenta equipes, que disputam o Campeonato Amador de Guaratinguetá, 1ª e 2ª Divisão da Copa da Amizade. A última competição está sendo realizada neste momento, com a participação de equipes de outras cidades. A competição é considerada um campeonato particular, já que conta com cobrança de taxa de cada equipe e um valor por cada partida. Os jogos da segunda divisão da Copa são realizados apenas no campo do bairro da Nova Guará. Já o Campeonato Amador, considerado o principal de Guaratinguetá, promovido pela Afag, é a competição que hoje enfrenta problemas e não está sendo realizada por depender de campos sem o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), como é o caso dos campos do Chico Vaz e do Pedregulho.

Segundo o presidente da Afag, após o ato na Câmara, a secretaria de Esportes do município definiu que o Estádio Dário Rodrigues Leite estará disponível até que a documentação dos campos do Chico Vaz e Pedregulho esteja em conformidade. A partir de agora, a Afag deve organizar o calendário de jogos do Campeonato Amador no estádio municipal, mas sem que coincidam com jogos do Atlético Guaratinguetá.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?