Cruzeiro amplia estrutura da Santa Casa após segunda doação da Maxion

Empresa contribuiu para compra de aparelhos de UTI; cidade tem 46 pacientes internados para tratamento contra a Covid-19

Aparelhos que reforçaram os atendimentos no hospital de Cruzeiro; doação da Maxion (Foto: Divulgação PMC)

Lucas Barbosa
Cruzeiro

Para colaborar no reforço da estrutura da Saúde de Cruzeiro em meio à pandemia, a empresa Maxion doou no último final de semana R$ 185 mil ao Município para a aquisição de equipamentos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para a Santa Casa. Esta foi a segunda contribuição financeira realizada pela fabricante de peças automotivas e ferroviárias à Prefeitura em pouco mais de um mês.

De acordo com a secretaria de Saúde, através da doação da Maxion na última sexta-feira (14), foi viabilizada a compra de três respiradores, três monitores básicos e um completo de verificação de sinais vitais de pacientes internados em UTI.

A secretária de Saúde, Imaculada Conceição Magalhães, destacou a importância da iniciativa solidária da empresa para que o Executivo tenha ainda mais condições de manter um tratamento digno aos moradores internados com o novo coronavírus. “É sem dúvida uma ajuda muito importante para o setor da Saúde, e mostra acima de tudo, a responsabilidade social da maior geradora de empregos de Cruzeiro. Toda a cidade deve agradecer esse empenho e essa união de esforços, entre o poder público e iniciativa privada, que possibilita darmos continuidade nesse árduo desafio de enfrentar a pandemia”.

No início de abril, a Maxion já havia destinado R$ 176 mil ao Município, para a aquisição de oxigênio e locação de um tanque para o seu armazenamento. A medida buscava evitar que pacientes internados na UTI sofressem complicações em seu quadro clínico devido a uma possível falta do gás.

Pandemia – De acordo com o mais recente boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Cruzeiro, a cidade contabiliza até o fim da tarde desta terça-feira (18) 5.558 contaminados pela Covid-19, sendo 170 mortos, 4.693 curados, 662 em isolamento domiciliar e 46 internados, entre eles 21 na UTI e 25 no setor clínico.

A cidade registra uma taxa de ocupação de 100% de leitos de UTI na Santa Casa e de 82% na ala de clínica médica.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?